IQ 121 - Significado da pontuação

Testar o QI pode ser uma tarefa complicada, pois os resultados não revelariam tudo o que você é capaz. A questão da confiabilidade dos testes de QI tem sido objeto de disputa entre estudiosos e especialistas desde sempre.



Poderia ser considerado uma ferramenta confiável para medir e avaliar a inteligência humana? Bem, isso depende muito de como definimos a inteligência humana. Definir a inteligência humana definitivamente não é uma tarefa fácil.

A ideia de inteligência humana é complicada em seu núcleo e os estudiosos não conseguem concordar com uma única definição. Eles são muito estreitos ou muito largos.



Os testes de QI são baseados em vários parâmetros que se argumenta não serem suficientes para dizer do que um indivíduo é realmente capaz ou, mais precisamente, do que sua inteligência é capaz. Isso nos leva à questão de saber se a inteligência é uma habilidade mental geral ou um complexo de diferentes habilidades, mesmo habilidades e talentos.



Mais comumente, as pessoas identificam inteligência com razão e intelecto. Ainda mais comumente, uma pessoa inteligente é simplesmente considerada inteligente. O que as pessoas esquecem é que todos nós somos seres inteligentes.

Há um problema com a dicotomia em usar o próprio termo 'inteligência'. Do ponto de vista do especialista, a inteligência é o que nos constitui como seres inteligentes.

Portanto, somos todos inteligentes. Agora, medir o nível dessa inteligência dada, sem falar em classificar faixas e rotular pessoas como pertencentes a esta ou aquela categoria de inteligência é, deve-se admitir, um negócio perigoso, especialmente em uma era de luta pela igualdade, direitos humanos etc.



Temos de referir que os testes de QI foram muito mal utilizados no passado e servem como uma ferramenta para discriminar certas populações (nomeadamente, os imigrantes).

E quanto a essa inteligência 'dada'? É realmente dado, herdado e genético ou adquirido. Alguns especialistas afirmam que não há como melhorar sua inteligência em termos de elevação do nível de QI; outros afirmam o contrário e até dão exemplos de pontuações de QI aprimoradas em até 20 pontos, o que é uma mudança impressionante para melhor. A verdade talvez esteja no meio, como geralmente acontece.

A inteligência herdada é uma coisa certa. Estudos provaram que as pessoas que crescem longe de seus pais originais. nunca entrando em contato com eles, parecem apresentar um nível de inteligência semelhante e tendências semelhantes, talvez. Grande parte da inteligência deve ser genética. No entanto, fatores externos afetariam a manifestação futura dessa inteligência.



Que é difícil falar em melhorar o nível original, embora seja definitivamente possível falar em melhorar o potencial de manifestação de determinadas capacidades.

Em outras palavras, fatores externos (e internos, como inteligência emocional, por exemplo) afetariam a manifestação real e real de determinados potenciais. Se fossem favoráveis, poderia-se definitivamente expressá-los em melhor grau.

significado espiritual da girafa

Definição de Inteligência

Não existe uma definição direta de inteligência humana, embora existam propostas atraentes e úteis. É melhor ir com os mais simples, já que eles geralmente contêm o núcleo do significado essencial.

Por exemplo, a inteligência pode simplesmente ser vista como nossa capacidade mental de nos adaptarmos às mudanças. É uma exclamação muito verdadeira.

Nossas habilidades mentais nos ajudam a raciocinar, tirar conclusões, fazer conexões, aprender, memorizar, usar nossa experiência para nos adaptarmos. Não se repetiria o mesmo erro mil vezes depois de saber disso.

A diferença, sim, é que alguns de nós somos melhores no processamento de informações, mais rápidos e mais capazes de fazer soluções eficientes em curto espaço de tempo.

É algo que os testes de QI observam. Além disso, nossa inteligência nos torna seres inventivos. Não é apenas que nos adaptamos a determinadas condições ou mudanças de condições, mas também criamos novas.

O potencial criativo da inteligência humana é quase uma coisa mágica. Nós vemos o mundo através de nossa inteligência. No entanto, não é com a razão que operamos por si só.

Existem fatores como inteligência emocional e social; existem ações e reações instintivas. Nossas capacidades totais são complexas.

A Complexidade da Inteligência

Isso nos leva a uma teoria interessante que possivelmente nos ajudaria a compreender melhor nossa inteligência e a avaliar as pontuações de QI com cautela. A teoria das inteligências múltiplas é freqüentemente referida como muito ampla, muito vaga e ampla.

Os defensores dessa abordagem, no entanto, afirmam que outras definições e, especialmente, o ponto de partida dos testes de QI são muito estreitos. Eles afirmam que os testes de QI simplesmente não podem avaliar todos os potenciais.

Aqueles que resistem aos testes de QI afirmam que muitos dos aspectos propostos pela abordagem 'múltipla' nem mesmo poderiam ser considerados como relacionados à inteligência ou intelectual.

Vamos ver do que se trata e de que aspectos falamos.

De acordo com a teoria, existem oito tipos diferentes de inteligência, com dois possíveis adicionais. Esses tipos são inteligência verbal-linguística, inteligência lógico-matemática, inteligência visual-espacial, inteligência musical-rítmica.

Há também inteligência físico-cinestésica, inteligência natural-naturalista, inteligência interpessoal e intrapessoal. Dois outros adicionais são inteligência existencial espiritual e inteligência moral.

Os primeiros oito são originalmente propostos pelo psicólogo Howard Gardner.

Como você pode ver, alguns desses aspectos são comumente associados a termos como 'talentos' e 'habilidades' e não referidos como algo 'intelectual'. No entanto, foi proposto que eles estão conectados por meio do que é considerado inteligência geral.

A questão é que cada pessoa tem potencial para tudo isso. Todos nós temos todos os tipos de inteligência, mas depende de um complexo individual que domina e de que forma.

Portanto, um se torna um grande artista e outro um excepcional cientista. Um poderia ser ambos ou nenhum, também. Essas inteligências são comumente interligadas. Essa abordagem desafia os testes de QI, pois eles avaliam apenas alguns aspectos deles.

O teste comum não pode dizer sobre as habilidades físicas ou artísticas de alguém, por exemplo.

O problema com os resultados dos testes é que se pode obter uma pontuação média e ainda assim estar muito acima da média em um desses aspectos. Tendo isso em mente, é difícil fazer testes de QI como indicadores do sucesso na vida de alguém. As pessoas adorariam saber se sua pontuação foi 'boa'. Bom para quê?

Que tipo de pergunta é essa, muitos fariam e ainda, a internet é inundada com a mesma pergunta repetida de novo e um determinado placar. Não há pontuação de QI boa ou ruim. Eles são diferentes e abrem oportunidades diferentes.

Avaliando os resultados

Voltemos aos testes e pontuações de QI, uma vez que estamos interessados ​​em um em particular. Os testes de QI têm cerca de um século.

O primeiro teste foi inventado na França, para fins de educação infantil. Posteriormente, o teste foi padronizado pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O teste mais amplamente praticado ainda é o teste WAIS ou Wechsler Adult Intelligence Scale.

Este teste já está ativo em sua quarta edição WAIS-IV e a quinta está planejada para ser lançada em 2020.

Encontra-se em processo de coleta de dados, necessários para atualização da versão. WAIS é um entre outros testes do WIS, família de testes da escala Wechsler Intelligence. A escala WAIS-IV é a seguinte. As pontuações abaixo do limite de 69 pontos são 'extremamente baixas'.

Nesse ponto, não podemos falar sobre funcionamento intelectual independente, emprego ou algo assim. Pontuações de 70 a 79 são 'limítrofes', enquanto aquelas de 80 a 89 são 'média baixa'.

Pontuações de 90 a 109 são geralmente consideradas como 'média' na maioria das escalas. Todas as escalas diferentes consideram 100 como um valor de inteligência média com um desvio padrão de 15 pontos. Cerca de 70 por cento da população se enquadra nessa faixa.

Pontuações de 109 a 119 são 'média alta'; pontuações de 120 a 129 são 'superiores'. É aqui que nossa pontuação de 121 se enquadra. Pontuações de 130 para cima são ‘muito superiores’ ou ‘superdotados +, de acordo com outras escalas.

Os pontuadores dos resultados acima da média são candidatos potenciais para testes de alto alcance. Pontuações acima da média estão associadas ao ensino superior, posições de emprego mais altas e potencial de sucesso nessas áreas.

No entanto, é muito importante notar que as expectativas de resultados de uma pontuação de QI nem sempre corresponderiam à manifestação de vida real dos potenciais de alguém. Os fatores que mencionamos devem ser levados em consideração.

IQ 121 Pontuação Significado

A pontuação IQ 121 está bem acima da média e é considerada 'superior' de acordo com a escala WAIS-IV. O que significa inteligência superior?

Significa, em primeiro lugar, que seu QI é superior ao da maioria da população, o que significa que você é um indivíduo que se destaca por suas capacidades intelectuais.

Um marcador de inteligência superior é definitivamente aquele que deve investir em oportunidades acadêmicas. Um pontuador de um resultado acima de 120 facilmente obteria um grau de mestre.

Alguém com uma pontuação tão alta não teria problemas com materiais teóricos e aprendizado, mas também seria capaz de inferir suas próprias informações. Esse indivíduo tiraria facilmente suas próprias conclusões originais de fontes com as quais estava envolvido.

Definitivamente, uma tese de mestrado seria algo a se buscar, o que não significa, é claro, que você não deva aspirar a graus ainda mais elevados.

A pontuação de QI 120 não é suficiente para qualificá-lo para Mensa, se for algo em que você esteja interessado. Os argumentos sobre prós e contras de pontuações mais altas são muitos. No final, depende muito de outros fatores e da experiência pessoal relacionada a esses fatores.

Algumas pessoas afirmam que sua pontuação mais alta, como uma de 212, não trouxe nada de especialmente bom, pelo contrário.

Pessoas muito inteligentes costumam ser solitárias, já que não se dão bem com a maioria da população, simplesmente porque seu apetite por conhecimento é maior e conversa fiada não é da sua conta. É apenas uma ilustração plástica e muito simples, mas é o que acontece com frequência. Quanto mais alto nível, mais preocupações, dizem alguns.

Depende muito de que tipo de pessoa você é. Alguns artilheiros geniais concordam perfeitamente em ficarem sozinhos, o que significa que eles não são particularmente extrovertidos ou sociáveis.

No entanto, eles encontram excelentes canais para expressar seus potenciais e, eventualmente, alcançar grandes coisas, em termos comuns de sucesso. Outros não, por várias razões. A pergunta que deve ser feita é se você se empenha por esse tipo de conquista ou não.

Uma pontuação alta como 121 definitivamente faria de você uma pessoa que se pergunta sobre coisas que uma pessoa comum com pontuação média não se incomodaria. Depende de sua atitude geral em relação à vida como esse questionamento o afetará.

Você pode aceitar que é um mundo totalmente novo abrindo suas portas para você, esperando que você aprenda sobre ele ou você pode se considerar miserável por ser incapaz de usar tudo o que é oferecido.

Pontuação 121 significa que você provavelmente tem um raciocínio perceptivo melhor do que a maioria das pessoas e tira conclusões mais rapidamente. Com uma pontuação de 121, você é definitivamente 'um pensador'. Tente não pensar demais nas coisas, mas concentre-se no que mais lhe interessa e inspira.

Seu caminho de vida dependeria de muito mais do que apenas seu QI. Pode haver outros aspectos de suas capacidades sobre os quais sua pontuação de QI não revela.

Você pode usar a pontuação de QI alta para melhorar o potencial de manifestação de talentos e habilidades adicionais que possui.