Júpiter na 7ª Casa

Muitos de nós nos perguntamos se as estrelas poderiam realmente revelar nosso destino ou mapas natais são apenas mais um truque de adivinho.

Bem, a astrologia é uma ciência muito antiga, praticada em todo o mundo, desde as cortes reais e palácios, nos campos de batalha, até o povo comum.

simbolismo de uma andorinha

Hoje, a astrologia modernizada é muito popular. A astrologia é baseada no antigo postulado hermético de 'como acima, abaixo'. O que acontece em um grande plano se reflete em nossas vidas únicas.



Os mapas astrológicos são como cartões de identificação. Cada um é tão único quanto uma impressão digital, desdobrando-se de maneira única ao longo de sua vida.

Não prediz todas as coisas que estão por vir, mas dá a alguém uma visão preciosa dos potenciais. O resto depende de nós. Esses mapas são muito complexos e as casas astrológicas são um dos elementos constitutivos.

As casas representam campos de vida. Os planetas encontrados dentro das casas afetam a experiência de alguém relacionada a um segmento da vida.

Sétima Casa em Astrologia

A Sétima Casa é a casa de parcerias e relações com outras pessoas, o que poderia ser facilmente compreendido se lembrarmos que o sétimo campo era o oposto da Primeira Casa (sendo a casa do Ego e do eu).

A Sétima Casa está principalmente ligada a relacionamentos românticos e a todos os termos, conceitos e funções que têm algo a ver com isso.

Amantes, parceiros, cônjuges, casos românticos, relacionamentos românticos, separações, casamento, divórcio e tudo mais têm a ver com este campo.

Esta casa astrológica também pode estar relacionada a outros tipos de conexões e parcerias. Por exemplo, pode indicar uma parceria profissional, colaboração ou a falta dela, negócios, contratos, arranjos e tudo mais pode ser visto neste campo.

Relações públicas, influência e atividades públicas também são assuntos da Sétima Casa. Este campo também trata do direito e de todas as questões e processos que têm a ver com ele.

É interessante notar que a Sétima Casa, após a Sexta, também tem a ver com oponentes e rivalidades, sobre inimigos públicos e inimizade aberta, o que requer cautela e atenção.

No entanto, poderíamos dizer que esta casa é menos sinistra do que o sexto campo, embora sempre dependa de aspectos planetários. A Sétima Casa é muito importante nas leituras astrológicas.

Pode dizer muito sobre a vida amorosa do nativo e o futuro dos relacionamentos românticos. Os planetas e aspectos planetários dentro desta casa podem dizer se um relacionamento vai terminar ou passar para outro nível.

Pode falar sobre o potencial de um relacionamento para se transformar em um casamento, por exemplo. Também pode indicar um divórcio, uma separação e coisas assim. Como mencionamos, este também é o campo de outras conexões.

Nesse sentido, é um bom indicador de conexões profissionais e pode ajudá-lo a perceber se uma dessas conexões foi promissora ou não.

Esta casa não diz literalmente o que vai acontecer, é claro, mas dá a você uma visão melhor da natureza das conexões e relacionamentos em que você se encontra. Também fala sobre a atitude de cada um em relação a todos esses relacionamentos.

A Sétima Casa é uma casa angular, análoga à diplomática Libra, o que muito diz sobre a sua natureza, visto ser esta a casa das relações. É uma Casa do elemento Ar e as palavras-chave das Casas do Ar são o social e o intelectual.

Compartilhar experiências e conceitos é uma ‘tarefa’ dessas casas. Eles contam sobre as experiências de alguém em relação a esta tarefa, por assim dizer. Os planetas encontrados dentro dessas casas contam sobre a vida social do nativo e sua expressividade verbal.

Esta casa é especialmente importante quando se trata de escolher parceiros; principalmente, os românticos, mas também outras pessoas com quem nos relacionamos. Descreve o tipo de relacionamento que nos convém ou que procuramos.

É interessante notar que às vezes as pessoas que têm uma Sétima Casa enfatizada parecem atrair outras sem que tenham consciência disso ou mesmo que estejam conscientemente dispostas a se envolver com elas. A Sétima Casa é um campo magnético, de certa forma.

Júpiter na mitologia

Júpiter era um deus itálico muito antigo associado ao tempo, céu e relâmpagos e também o deus supremo do panteão romano. O culto era de grande significado político em Roma.

Por toda a Itália e em Roma, Júpiter foi adorado pela primeira vez no topo de colinas. Os antigos santuários não tinham uma estátua do deus, mas sim uma pedra associada a Júpiter e considerada um objeto sagrado.

Os mais antigos santuários romanos dedicados a Júpiter ficavam no Monte Capitolino, Monte Esquilino, Monte Cavo e Monti Cimini.

Nessas colinas e montanhas, Júpiter era adorado sob os nomes de Júpiter gorec; Júpiter Fagutalis , Júpiter Latiaris e Júpiter Ciminius , respectivamente. Júpiter também era conhecido como relâmpago , o deus do trovão e do relâmpago. Júpiter era o mestre do clima e o criador da chuva.

O povo elogiou Júpiter, acreditando que ele protegeria suas terras e colheitas e concederia um ano fértil. Era muito comum em Roma que aos deuses fossem atribuídas funções relacionadas à agricultura, além de outras funções.

A tradição diz que Rômulo construiu um santuário no Monte Capitolino, dedicado a Júpiter Feretrius ; o local de culto tinha uma pedra sagrada e não uma estátua, a princípio.

O imperador Augusto renovou este santuário. Em qualquer caso, a abundância de nomes e santuários prova quão ampla e fortemente Júpiter era adorado.

o que as aranhas significam

Na mitologia grega, sua contraparte era o todo-poderoso Zeus. Júpiter foi identificado com justiça, leis e ordem, retidão e sabedoria. Ele governou deuses e homens e deu leis a ambos.

O próprio Júpiter chegou ao poder depois de derrubar seu cruel pai Saturno, diz o mito, o que também é interessante do ponto de vista astrológico e da percepção dos planetas Saturno e Júpiter.

Ao derrotá-lo, ele se tornou o governante do céu e da terra. Seus irmãos Netuno e Plutão governaram as águas e o submundo.

Não conhecemos Júpiter como uma pedra sagrada, mas como um homem barbudo mais velho, forte, bonito e em forma. As estátuas de Júpiter e Zeus são sempre impressionantes.

Vamos lembrá-lo de que uma das sete maravilhas do velho mundo era um templo monolítico de Zeus em Olímpia.

O mestre dos deuses, o justo juiz e o deus da prosperidade, progresso, riqueza e vitória, o deus Júpiter nos ajuda a entender o planeta Júpiter na astrologia.

Júpiter em Astrologia - Planetas em Casas

Júpiter é o planeta mais benéfico da astrologia. Este gigante do sistema solar é um dos planetas sociais, junto com seu corpo celeste vizinho, Saturno. Ao contrário de Saturno, porém, Júpiter é todo feito de energia positiva.

Em Júpiter, o espiritual prevalece sobre o material, embora Júpiter seja comumente associado ao sucesso e riqueza material, sendo um planeta de crescimento e fortuna. Enquanto Saturno traz lições difíceis e miséria, Júpiter traz otimismo, esperança e fortuna.

Este é o planeta da sabedoria, aprendizado, filosofia, religião, fé, crença na humanidade e na bondade neste mundo.

Júpiter não pode ser intimidado pelos infortúnios do mundo; te leva a acreditar que sempre há algo bom nesta vida e te leva a se desenvolver, a buscar mais conhecimento, a aprender e a expandir seus pontos de vista. Primeiramente, Júpiter é o planeta da expansão.

Júpiter não tem ciúme ou inveja; desperta o senso de moralidade, honestidade, generosidade, misericórdia e justiça. Um dos nomes sob os quais o deus Júpiter era adorado era melhor Grand , ‘O melhor e o maior’.

O planeta Júpiter é, de fato, o melhor e o maior do ponto de vista astrológico. É o planeta do otimismo e da energia positiva que pode levá-lo às alturas.

Este é o planeta da expansão de visões em diferentes sentidos, mas principalmente por meio da obtenção de conhecimento. Educação superior e posições de título e influência estão associadas a Júpiter.

Pessoas que parecem ter muito sucesso na vida, mas também muito felizes e relaxadas sem muito esforço, muito provavelmente têm Júpiter enfatizado em seus mapas natais.

Seu sucesso e alegrias vêm naturalmente. Eles não atropelam outras pessoas e são muito generosos, solidários e abertos a todos, mas também sábios e observadores ao mesmo tempo.

Eles são pessoas realmente ótimas, raramente alguém pode falar mal. São interlocutores simpáticos e incríveis. Eles adoram viajar, especialmente para lugares distantes e países estrangeiros.

É comum que um nativo com ênfase em Júpiter vá para o exterior para estudar ou trabalhar. Os nativos de Júpiter fazem colaborações fantásticas com estrangeiros.

A energia de Júpiter é promissora e muito positiva; ele vem com o risco de expansão excessiva, no entanto. A energia de Júpiter é ilimitada, então deve-se ter cuidado com isso. Os aspectos devem ser levados em consideração quando se trata disso, é claro.

Júpiter na Sétima Casa - Júpiter na 7ª Casa

Os nativos com Júpiter na Sétima Casa têm uma predisposição natural e inata para se tornarem populares nos círculos mais amplos da sociedade. A Sétima Casa, combinada com Júpiter, está associada à publicidade pessoal, à promoção, à apresentação pública.

Relações públicas e comércio estão associados a essa combinação. Por exemplo, um nativo com Júpiter na Sétima Casa pode se tornar um RP muito bem-sucedido e influente.

Júpiter na Sétima Casa pode manifestar sua qualidade, no que diz respeito à reputação pública e popularidade, de muitas maneiras.

Pessoas com Júpiter na Sétima Casa podem parecer populares sem razão aparente, como se tivessem acabado de nascer para se tornarem estrelas, ou fossem conhecidas na sociedade por seus inúmeros interesses, grande entusiasmo e carisma. Eles poderiam ser tudo isso também. Depende do caso individual.

Esses nativos gostam de compartilhar suas experiências e conhecimentos com outras pessoas, mas, o que é mais importante e o que os torna populares e amados é que eles compartilham seu entusiasmo e vibrações positivas.

Pessoas com Júpiter na Sétima Casa têm uma grande capacidade de educação social, o que significa que aprendem com as pessoas e com as circunstâncias em que se encontram. Elas ampliam seus próprios horizontes aconselhando e apoiando outras pessoas.

Eles podem ser palestrantes, conselheiros, tutores, professores e terapeutas incríveis, pois têm ouvidos para detalhes sutis e genuinamente gostam de compartilhar pensamentos com outras pessoas. Dessa forma, eles oferecem sua orientação aos outros e deixam que outros os guiem, mesmo que estes não tenham conhecimento.

Pessoas com Júpiter na Sétima Casa são excelentes colegas de trabalho e sabem como se encaixar e trabalhar em equipe.

Eles são diplomáticos e estão prontos para fazer compromissos, quando necessário. Pessoas com Júpiter na Sétima Casa estão ansiosas para fazer acordos e acordos profissionais e têm faro para isso, por assim dizer.

Eles não são ingênuos ou crédulos, mas acreditam fortemente na bondade das pessoas e deste mundo. Eles são pessoas muito morais, justas e nobres. Normalmente, essa energia positiva que eles emitem retorna para eles.

Júpiter na 7ª Casa - Influência Social

Colhemos o que semeamos, diz o provérbio. No caso das pessoas com Júpiter na Sétima Casa, o provérbio se manifesta em sua melhor versão, porque essas pessoas são nobres e merecem um tratamento justo.

Freqüentemente, eles obtêm facilmente o apoio de ricos benfeitores, por suas habilidades e talentos, inclusive encantos. Muito de seu sucesso e popularidade vem facilmente. Eles normalmente não precisam trabalhar muito para construir seu nome.

No entanto, talvez seja simplesmente o resultado de sua incrível positividade, então tudo o que eles realmente fazem e se esforçam parece ser moleza. A atitude deles torna tudo muito mais fácil.

Eles fazem grandes colaborações e negócios. Eles geralmente se interessam por estudos de direito e gostam de viajar e fazer conexões ao redor do mundo.

Pessoas com Júpiter na Sétima Casa podem se tornar mentores, guias, professores incríveis e outros itens mencionados. Qualquer que seja o chamado, tem que ser algo relacionado com o funcionamento da sociedade.

As ciências sociais são uma de suas áreas de interesse. Eles têm potencial para entrar em alguns círculos sociais realmente elevados. Eles estão predispostos a se tornarem influentes.

Esses nativos possivelmente poderiam lidar com questões religiosas, questões jurídicas, influências culturais e interação, intercâmbio cultural e muito mais. Eles são generosos, benevolentes, tolerantes e apoiam os outros.

Como eles têm uma predisposição para se tornarem figuras influentes na sociedade, eles também têm um potencial incrível para contribuir com a sociedade e ajudar as pessoas que precisam de apoio.

Júpiter na Sétima Casa - Otimismo Irresistível

A vida social de um Júpiter na Sétima Casa Júpiter é rica e dinâmica. Esses nativos são otimistas e orientados positivamente.

Além disso, essas pessoas têm princípios e ética bem estabelecidos. Eles também valorizam sua liberdade acima de tudo. Eles precisam especialmente de sua liberdade de expressão.

Sua forma de expressão é grandiosa, monolítica, impressionante, o que é de se esperar, pois já sabemos que eram nativos bastante populares.

Há um lado negativo dessa característica e você acertou; essas pessoas provavelmente não se comprometerão tão facilmente. Nos relacionamentos, eles vêm e vão, porque precisam de sua liberdade para crescer.

Não é fácil para eles crescerem com outra pessoa ao seu lado. É mais provável que se sintam confortáveis ​​com toda a humanidade do que com um indivíduo.

No entanto, uma vez que tenham satisfeito pelo menos uma parte de seus desejos e sonhos e uma vez que encontrem um parceiro com quem se sintam bem, eles trazem a essa pessoa apenas alegria e felicidade.

No casamento, esses nativos são muito otimistas e tendem a ver a situação da maneira mais positiva possível.

Isso tem a ver especialmente com o bem-estar material e a situação material na vida conjugal.

o que significa sonhar com ratos

Eles podem fazer seu parceiro se sentir a pessoa mais rica do mundo, mesmo que a realidade não seja tão dourada. Em muitos casos, eles até trazem riqueza real para o casamento.

O fato é que eles próprios se sentem bem-sucedidos e prósperos e, graças à sua atitude descontraída e benevolente, isso se torna positivamente contagioso, de modo que seu ente querido se sente da mesma maneira.