Júpiter em conjunção com a sinastria de Urano

Ninguém sabe como a astrologia surgiu pela primeira vez, embora algumas descobertas arqueológicas sugiram que, mesmo durante os tempos pré-históricos, os humanos estavam bem cientes da importância da observação do céu e do registro dos fenômenos relacionados ao movimento planetário.



Algumas marcas encontradas em ossos de mamute correspondem às fases da lua.

Essas descobertas provam como os primeiros humanos eram fascinados pelos céus, enquanto, ao mesmo tempo, estavam cientes da conexão que nosso mundo, o terreno, tinha com aquele reino incrível e cintilante.



Eles olhariam para o céu e usariam estrelas e constelações como um mapa de navegação. Mais tarde, as pessoas começaram a nomear objetos celestes e seus grupos.



Equacionar planetas, estrelas e constelações com misteriosas forças divinas, como divindades, nos aproximou da vastidão do espaço inefável.

Ao nomeá-los, as pessoas também personificaram muitos dos fenômenos celestiais e naturais dificilmente explicáveis. As culturas pagãs associam fenômenos terrestres com a influência de algum deus, vivendo em outro reino sobrenatural.

Tudo isso tem a ver com céus, planetas e nosso universo. Pôr do sol e nascer do sol, amanhecer e anoitecer, estações terrenas e tudo mais formam um círculo maravilhoso de existência global do qual somos apenas uma parte. No entanto, devemos ser uma parte importante.



Os primeiros dados astrológicos, semelhantes ao que hoje chamamos de astrologia, podem ser rastreados até civilizações antigas.

Os antigos babilônios inventaram o primeiro horóscopo, de acordo com as descobertas. As culturas mesopotâmicas eram muito interessadas em observações astrológico-astronômicas e muito eficientes.

No entanto, a astrologia tem se desenvolvido em outras civilizações. Os sistemas astrológicos chinês, tibetano, japonês e hindu são preciosos e definitivamente dignos de menção.



Provavelmente todas as civilizações e culturas da Terra tiveram pelo menos alguma forma de astrologia. Parece que temos olhado para as estrelas desde sempre.

A astrologia ocidental moderna é bastante sistematizada e associada à antiga Pérsia, em primeiro lugar. É muito popular hoje em dia, embora tenha havido períodos de sua existência mais silenciosa.

Astrologia das Relações

Uma das partes mais interessantes da astrologia é a das relações, ou seja, a sinastria. Este é um tipo muito popular de leitura astrológica.

Hoje, você pode obter uma leitura adequada em uma correspondência online com astrólogos, mas também pode obter algumas informações básicas em apenas alguns cliques. A astrologia é facilmente acessível a todos.

No entanto, é considerada alternativa e uma pseudo ciência; foi estritamente dividido da astronomia no século XVII, durante a Idade da Razão.

No entanto, muitos recorrem a ele para encontrar respostas a perguntas que a ciência oficial não pode oferecer. A astrologia de relacionamento não é um fenômeno moderno.

Desde sempre, as pessoas têm curiosidade sobre seu destino e futuro em relação ao romance; às vezes por razões práticas, outras vezes por pura curiosidade romântica, ou ambos.

O relatório da sinastria pode dar algumas respostas preciosas. O que é e como funciona? É confiável? A sinastria poderia prever sua vida amorosa?

mercúrio quadrado vênus sinastria

Bem, o relatório da sinastria é uma comparação de mapas natais; no caso do relatório de compatibilidade romântica mais comum, é uma comparação dos mapas natais de dois amantes (ou de parceiros em potencial).

O Synastry compara esses mapas e analisa os contatos astrológicos entre eles, ou seja, os contatos entre seus planetas.

Esses contatos criam vibrações e energia específicas que refletem no relacionamento na vida real.

Isso significa que a sinastria descreve a natureza de seu relacionamento em termos astrológicos.

Pode apontar os elementos mais críticos de seus relacionamentos, bem como os aspectos mais favoráveis ​​dessa conexão. Dá a você uma visão profunda disso.

A sinastria é um campo complexo e intrigante da astrologia. Não pode prever o curso exato do desenvolvimento de um relacionamento romântico, mas pode definitivamente melhorá-lo. Como assim?

Se você conhece melhor a si mesmo e a seu parceiro, terá uma ideia melhor de como vocês dois são compatíveis. Isso é o que a leitura da sinastria oferece.

Sinastria e aspectos astrológicos

Os contatos que mencionamos são chamados de aspectos astrológicos.

Aspectos são ângulos formados entre planetas; eles podiam ser vistos apenas em cada mapa natal.

Na sinastria, os aspectos se relacionam aos ângulos entre os planetas de ambos os mapas.

nó norte na 11ª casa

Pode haver cinco aspectos principais em sua sinastria, dos quais alguns são pesados ​​e outros fáceis.

Isso significa que, em alguns aspectos, o fluxo energético entre os planetas é irrestrito, cooperativo, por assim dizer, e geralmente agradável.

Em aspectos pesados, a energia fica tensa, conflitante e problemática, mas não é necessariamente negativa.

A combinação geral de aspectos é o que torna o relacionamento dinâmico e único.

Aspecto da conjunção e sinastria

Os cinco aspectos principais são a conjunção, o trígono, o sextil, a quadratura e a oposição.

Trígonos e sextis fluem, quadrados e oposições são desafiadores, enquanto a conjunção é complicada; pode ser ambos.

As conjunções são o mais forte dos aspectos, porque, neste, as energias de ambos os planetas são igualmente intensificadas.

As energias se unem e trabalham juntas, mas a conjunção pode se manifestar com qualidades desafiadoras e fluidas.

Depende dos planetas que o formam, e o efeito geral de uma conjunção sobre o relacionamento dependeria de toda a complexidade da sinastria.

Júpiter em mitologia e astrologia - planetas em sinastria

O poderoso Júpiter está associado ao antigo deus Zeus da mitologia grega, chamado Júpiter na tradição romana.

Ele era o deus supremo do céu e da terra, associado a trovões, relâmpagos e chuva.

Júpiter foi elogiado pelos povos antigos e considerado um deus justo e sábio, o governante de todas as outras divindades. Júpiter chegou ao poder após derrubar seu pai Saturno.

Júpiter, como um planeta astrológico, cai na categoria de planetas sociais. Em Júpiter, a alma governa o assunto.

Este é um planeta afortunado e afortunado, geralmente considerado o mais benéfico de todos os planetas no horóscopo.

Este gigante benevolente representa nossa fé, nosso otimismo, fortuna e sorte e, acima de tudo, a expansão e a expansibilidade.

Júpiter está associado à religião, filosofia, gurus e professores, sabedoria, educação superior e conhecimento, também com terras distantes, viagens e estrangeiros.

Este planeta também tem a ver com altos cargos nos círculos sociais e geralmente com posições elevadas e possibilidades concretas de obter riquezas materiais.

Júpiter é um verdadeiro benéfico e também o planeta da misericórdia, generosidade e justiça.

Urano em mitologia e astrologia - planetas em sinastria

Urano distante e aéreo é algo diferente, embora também seja um planeta caracterizado por um tipo peculiar de abertura. Urano é o planeta da rebelião e da mudança, o planeta das novas idéias, invenções e inventividade e todo um planeta de pessoas visionárias e gênios.

Urano está neste momento, olhando corajosamente para o futuro.

Este é um planeta transcendental, geralmente considerado como não tendo uma influência particularmente forte nos mapas natais, a menos que tenha alguns aspectos específicos.

Urano na sinastria está associado à instabilidade, uma vez que sempre busca a liberdade e não quer ser amarrado e enjaulado.

A natureza rebelde de Urano pode desempenhar um papel significativo na sinastria, mesmo que este não seja um planeta pessoal.

Júpiter em conjunção com Urano - Asas do Destino

Este poderia ser um aspecto maravilhoso. Júpiter em conjunção com Urano dá ao seu relacionamento asas de liberdade mutuamente compartilhada!

Claro, a natureza dessa conexão dependeria muito de seus mapas natais individuais, personalidades e tendências.

No entanto, este é um aspecto repleto de ideias seguradoras, otimismo e originalidade. Júpiter em conjunção com Urano é um relacionamento entre duas pessoas que se inspiram.

Isso pode trazer momentos realmente maravilhosos juntos. Por exemplo, você pode definir velas e viajar pelo mundo, aproveitando o momento da melhor forma.

Este é o contato de duas personalidades dispostas a descobrir e aprender mais.

O sábio Júpiter pode oferecer uma base verdadeiramente incrível para as ideias originais de Urano, enquanto a originalidade de Urano pode inspirar muito a expansibilidade de Júpiter.

Muita liberdade também pode trazer alguns riscos potenciais. Se suas liberdades, isto é, seus conceitos de liberdade forem diferentes, pode haver falta de compreensão mútua e também falta de confiança.

o que um pinguim simboliza

Esse tipo de aspecto pode afastar vocês uns dos outros muito rapidamente.

É improvável que haja qualquer drama, mas seus diferentes pontos de vista simplesmente fariam sua proximidade íntima desaparecer e você se tornar um estranho.

Júpiter em conjunção com Urano - Excitação inspiradora

Visto que inicialmente seus vastos carismas e sua abertura, otimismo e positividade geral se inspirariam muito, o que provavelmente foi o que os atraiu em primeiro lugar, existe o risco de decepção quando as coisas esfriam um pouco.

Você não pode esperar que seu parceiro seja a causa de sua excitação o tempo todo.

Haverá momentos em que o parceiro de Júpiter ou Urano provavelmente perderá um pouco de seu élan e se sentirá um pouco deprimido.

Existe o risco de o outro ficar desapontado porque agora o parceiro não consegue responder à sua sede de inspiração e motivação.

Reduza suas expectativas, em termos desse tipo de inspiração.

Seja um pouco mais realista e mais 'terreno' com seu amante.