Leão e o Cordeiro - Significado e Simbolismo

Descubra O Seu Número De Anjo

Leões e cordeiros são mencionados com freqüência na Bíblia, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento. Seu aparecimento nos versículos da Bíblia carrega um poderoso simbolismo e mensagem.





Esses animais são mencionados na Bíblia em diferentes contextos.

O leão simboliza a força e é representado como o animal mais forte entre todos os animais. Também simboliza poder, destruição, furtividade, resistência, perigo, punição e força bruta.

O cordeiro do outro lado simboliza mansidão, desamparo e paz. Cordeiros eram freqüentemente usados ​​como oferendas aos deuses e é usado como um símbolo de sacrifício.

sonho com alguem cortando meu cabelo



Essa é a razão pela qual Jesus Cristo é freqüentemente comparado a um cordeiro, por causa da maneira como ele foi traído e sacrificado pelos humanos.

Os leões e cordeiros são mencionados várias vezes na Bíblia em um contexto relacionado.

No livro de Samuel no Antigo Testamento, no capítulo 17 , a história da guerra entre Israel e os filisteus é contada. O gigante filisteu Golias desafia Israel e desafia qualquer israelita a lutar contra ele.



Capítulo 17, veja 8-10 dizer: E ele se levantou e clamou ao exércitos de Israel, e disse-lhes: Por que saístes a travar a vossa batalha na matriz? Eu não sou um filisteu, e vós, servos de Saul? Escolho-te um homem para você, e deixe-o vir para mim. Se ele for capaz de lutar comigo, e para me matar, então seremos seus servos: mas se eu prevalecer contra ele, e matá-lo, então sereis nossos servos e nos sirvam. E o filisteu disse: Eu desafio os exércitos de Israel neste dia; me dê um homem, para que possamos lutar juntos.

Ao ouvir essas palavras, o povo de Israel e Saul, o rei de Israel, ficaram com muito medo. O futuro rei Davi, que então era pastor, juntou-se aos exércitos guerreiros expressando o desejo de lutar contra o gigante Golias.

Quando o rei Saul ouviu a explicação de Davi sobre seu desejo de lutar contra o gigante, ele deu-lhe sua bênção. Dentro capítulo 17, versículos 33-37 , Davi fala ao rei Saul com estas palavras: E Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá lutar com este filisteu. Então Saul disse a Davi: Contra este filisteu não poderás ir para pelejar com ele; pois tu ainda és moço, e ele homem de guerra desde a sua mocidade. E Davi disse a Saul: Teu servo cuidava das ovelhas de seu pai, e veio um leão, e um urso, e tirou um cordeiro do rebanho: E saí atrás dele, e o feri, e tirei-o da boca; e quando ele se levantou contra mim, peguei-o pela barba, feri-o e o matei. Teu servo matou o leão e o urso; e este incircunciso filisteu será como um deles, porquanto desafiou os exércitos do Deus vivo. Disse mais Davi: O Senhor, que me livrou das garras do leão, e das do urso, me livrará das mãos deste filisteu. Então Saul disse a Davi: Vai, e o Senhor seja contigo.



Depois de receber uma bênção do rei Saul, Davi, o futuro rei de Israel luta contra Golias e o derrota em nome de Deus, matando sua cabeça. Esse ato marca a derrota dos filisteus por Israel.

Nestes versos, o leão é descrito como um animal feroz, que muitas pessoas não conseguem derrotar, comparando-o ao cordeiro como uma criatura indefesa.

O simbolismo desses versículos descreve o poder que o Deus Todo-Poderoso pode dar a qualquer ser humano se ele tiver fé nele. Com a fé de Deus, o jovem Davi consegue derrotar os horríveis animais e matar o gigante inimigo Golias.

nu em um sonho

Isso mostra o quão forte é a fé em Deus.

O leão e o cordeiro também são mencionados no livro de Isaías do Antigo Testamento. É um livro de profecias do profeta Isaías que fala sobre o destino de Jerusalém.

No capítulo 11 , ele fala sobre a era da justiça e da paz, onde, como ele menciona em versículo 6 e 7 : O lobo também habitará com o cordeiro , e o leopardo mentirá para baixo com a criança; e o bezerro e o jovem leão e o cevado juntos ; e uma criança deve conduza-os. E a vaca e o urso se alimentarão; seus filhos juntos se deitarão; e o leão comerá palha como o boi.

Dentro capítulo 65, versículo 17-19 , Deus fala sobre a construção do novo Céu e da nova Terra, onde as pessoas que são leais a Deus serão felizes: Pois, eis que eu crio novos céus e uma nova terra: e os primeiros não serão lembrados, nem virão à mente. Mas alegrai-vos e regozijai-vos para sempre naquilo que eu crio; pois eis que eu crio para Jerusalém uma alegria e o seu povo uma alegria. E me alegrarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e não se ouvirá mais voz de choro, nem voz de clamor.

Em versos 24 e 24 do capítulo 65 , Deus diz: E acontecerá que, antes que clamem, eu responderei; e enquanto eles ainda estão falando, eu ouvirei. O lobo e o cordeiro se alimentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi: e pó será a carne da serpente. Eles não farão mal nem destruirão em todo o meu santo monte, diz o Senhor.

Esses versículos descrevem a paz e a beleza que existirão no Reino do Messias.

Estas linhas descrevem como os homens, com a ajuda da graça de Deus, mais uma vez restaurarão sua verdadeira natureza, de humildade e mansidão. Estas linhas revelam como pessoas ferozes e cruéis se tornarão como cordeiros no Reino de Deus.

Esses versículos também podem ser interpretados como um retorno à inocência original antes da queda do homem.

O pecado inicial causou todos os sofrimentos, mas tudo isso será restaurado quando o Reino de Deus vier. Esses serão os tempos do Novo Céu e da Nova Terra, e apenas os escolhidos por Deus irão parar lá.

libra sol pisces lua

Esses versículos significam literalmente que as pessoas, que eram selvagens e cruéis como bestas, se transformarão em seres suaves e gentis, como foram originalmente criados. Ele descreve a harmonia e a paz que prevalecem entre todas as pessoas do planeta no final.

Esses versículos, e especialmente a parte em que é dito que a criança vai liderar os animais, podem estar se referindo à vinda de Jesus Cristo, quando a paz e a harmonia serão restauradas.

O leão e o cordeiro também são mencionados no Novo Testamento, dentro A revelação . O Apocalipse de São João fala sobre a segunda vinda de Jesus Cristo. Nestes versículos, tanto o leão quanto o cordeiro simbolizam Jesus Cristo.

No capítulo 5, versículo 5 e 6, São João diz: E um dos anciãos disse-me: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os seus sete selos. E eu vi, e, eis que no meio do trono e das quatro bestas, e no meio dos anciãos, estava um Cordeiro como tinha sido morto, com sete chifres e sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviou a toda a terra.

Simbolicamente, Jesus é o Leão da tribo de Judá, descendente do Rei Davi.

significado espiritual do peixe koi

Essa é uma confirmação do cumprimento da profecia dada no Antigo Testamento sobre a vinda do Messias da tribo de Judá.

Jesus também é o cordeiro morto por causa de seu sacrifício. Tanto o leão quanto o cordeiro descrevem a verdadeira natureza de Jesus Cristo.

Os leões são símbolos da realeza e a comparação de Jesus a um leão mostra seu papel como rei no reino de Deus.

No Novo Testamento, Jesus é freqüentemente comparado a um cordeiro por causa da relação simbólica com seu sacrifício na cruz, onde seu sangue foi derramado, assim como um cordeiro, oferecido em sacrifício aos deuses.

Nas histórias do Novo Testamento, notamos que Jesus exibia traços de leões e cordeiros. Ele era poderoso e impiedoso como um leão quando necessário, e manso e gentil como um cordeiro em outras circunstâncias.

De certa forma, dá um exemplo de como devemos incorporar ambos os traços e agir de acordo em várias situações, mantendo nossa fé em Deus.

Como vimos, o simbolismo do leão e do cordeiro é usado em capítulos importantes da Bíblia, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento.

Estes capítulos falam sobre a restauração do mundo de paz, fé e justiça com a ajuda de Deus.

Eles falam sobre fé e respeito às regras de Deus aqui na terra. Essas ações trarão a humanidade e os humanos de volta ao seu estado original e de volta ao Céu, onde eles pertencem.

Descubra O Seu Número De Anjo