Plutão na 10ª Casa

A Casa 10, por ser uma casa angular do elemento terra, indica nossa capacidade de integração, estruturação e realização na sociedade e nosso esforço de reconhecimento.



Mostra o momento e a qualidade do nosso reconhecimento social, com a casa em frente à casa 4, onde a estrutura é individual e não social.

Este é o setor em que podemos analisar onde e como nos vemos como seres sociais, é a porta de entrada para o status de uma pessoa na sociedade. É o lugar onde projetamos para a sociedade tudo o que podemos oferecer.



Ele fala sobre tudo o que nos esforçamos para ser, nossas escolhas de carreira, nosso primeiro grande emprego depois de nos formarmos, quem queremos ser em nossa árvore genealógica, obrigações pessoais, planos e responsabilidades.



Também rege a fama, honra, notoriedade e marcos específicos na vida de um indivíduo. A casa 10 (a casa cuja cúspide é chamada Meio do Céu) é a casa mais forte em um mapa astrológico depois da casa 1 (onde a cúspide é chamada de Ascendente).

Plutão na Astrologia - Significado

Plutão é o último planeta do Sistema Solar - pelo menos, até onde se sabe - e foi descoberto na década de 1930.

Não sendo uma estrela visível a olho nu, suas vibrações não podem ser captadas e compreendidas apenas com os cinco sentidos. Sua influência vai além da percepção cartesiana.



Este planeta está associado à energia nuclear, que começou a ser experimentada pelo homem no momento em que foi detectada no sistema solar.

A partir daí, essa energia passou a ser explorada como fonte alternativa de recursos, e muitas usinas movidas a ela foram construídas.

Porém, o homem nunca realmente entendeu o poder e o significado dessa energia, e isso resultou em Chernobyl e o grande elefante branco representado pelos resíduos nucleares, tendo como ápice a bomba atômica que devastou Hiroshima e Nagasaki na década de 1940 e o terror que levou lugar durante a guerra fria às custas do medo de uma guerra nuclear.



Por fim, fica a conclusão de que a energia da vibração plutoniana é extremamente poderosa, mas o homem não está preparado para lidar com esse poder. Pelo menos por enquanto.

A verdade é que Plutão, na mitologia romana, representa Plutão, o homem rico, cuja riqueza vem das profundezas, brota do solo. Senhor do Inferno, Deus dos Mortos, Plutão rege tudo o que está escondido, assim como o tesouro escondido, as pedras preciosas e os metais e minerais extraídos do subsolo.

Assim, para entender a verdadeira força de Plutão, é necessário se aventurar em uma trama digna de Indiana Jones, em que obter o mais precioso dos tesouros requer escavação, conquista e, claro, luta. E no qual, quando você pensa bem, eu cheguei lá !.

É aí que vêm os ratos e as cobras, enfim, as provas e provas, só vencidas pela persistência dos grandes aventureiros, pois o escavador precisa definitivamente de provar que merece a relíquia escavada…

Se considerarmos a 10ª Casa como representando a mãe, então Plutão nesta posição pode mostrar uma mãe sombria, ameaçadora e capaz de destruí-los. Ela pode ser considerada uma bruxa, ou alguém primitiva, rude e manipuladora.

Eles tendem a sentir um ódio intenso por sua mãe e uma frustração ou sexualidade contida emanando dela. Sentem como se a mãe estivesse sempre presente, observando-os, mesmo que ela não esteja fisicamente presente.

De qualquer forma, é considerado perigoso e não confiável. Porém, na realidade, ela pode não ser esse tipo de pessoa, mas a criança com Plutão naquela casa, em certos casos, pode vivenciá-lo predominantemente dessa forma. Ou às vezes a morte prematura ou a perda da mãe é a raiz de problemas futuros na vida.

Como já mencionado na análise geral da 10ª Casa, nossas primeiras experiências com a mãe (nosso primeiro envoltório) contribuem para a maneira como nos relacionaremos com o envoltório maior da sociedade.

Se a imagem associada a uma mãe plutônica negativa for projetada no mundo, essas pessoas temerão que o mundo seja um lugar perigoso e tentarão destruí-las.

Alguns com essa posição tendem a reagir fugindo da sociedade e tendo o mínimo contato possível com o mundo.

Outros compensarão o medo de serem devorados por uma necessidade obsessiva de poder e controle sobre os outros.

Tentando recuperar o sentido perdido de onipotência infantil, eles querem estender seus territórios de influência o máximo possível pelo mundo. Se eles estão no comando, quando são a autoridade, então se sentem seguros.

Sua necessidade de poder pode ser tão premente que qualquer meio justificará a realização dos fins, como no caso do presidente Nixon, com Plutão na 10ª Câmara.

Lá também há desconfiança de quem tem autoridade sobre eles, um desejo de derrubar e destruir aqueles que estão no comando antes que seja tarde demais.

Por todas essas razões, aqueles que têm Plutão na 10ª Casa sentem a necessidade de reavaliar e chegar a uma compreensão mais profunda de seus motivos psicológicos ocultos de ambição, poder e sucesso mundano.

o que o número 10 significa

10ª Casa - Significado

O sol nasce na primeira casa e atinge a altura e o brilho máximos na décima casa, no topo do mapa, que representa o poder absoluto e ofuscante do sol do meio-dia.

A décima mudança de casa é comumente referida como a Casa do Status Social e trata da posição que alcançamos em nossa vida social, seja no trabalho, na carreira e na sociedade como um todo. Trata do status, da autoridade que uma pessoa transmite e do papel que ela assume na sociedade.

Também fala sobre as promoções que recebemos, a fama que conquistamos e os empreendimentos e funções de que participamos como seres sociais. É a maneira como nos vemos, o papel social que assumimos e como a sociedade nos vê (e como nossos esforços vêem a comunidade como um todo).

Junto com a sétima casa, a Casa 10 também fala das aparências e da maneira como os outros nos veem, mas desta vez pelo status ou nome que construímos para nós mesmos: o advogado, o dentista, o engenheiro, o arquiteto, o técnico etc.

Além de sua associação mais comum com carreira e posição social, a casa 10 também trata de como nos apresentamos em público: somos lentos, dinâmicos, admirados, profissionais, queridos ou não agradecidos?

Seja para o bem ou para o mal, a décima casa mundana é um lugar altamente visível e tem o poder de atrair admiração ou condenação. Você conhece aquela frase famosa: fale bem ou fale mal, fale de mim? De certa forma, isso se aplica ao lema da casa 10.

Se o quarto quadrado se refere à base, raízes, isto é, de onde você é, então o décimo mostra para onde você está indo.

O grande movimento para nutrir corretamente neste setor do mapa é saber usar as nuances dos fundamentos psicológicos obtidos nas experiências de nossa casa 4, que é privada, para a casa 10, um perfil público e independente.

A quarta casa é como o confortável sofá que nos espera em casa, enquanto a casa 10 é a nossa cadeira de trabalho. Ou então, nossa estrutura e raiz começam na Casa 4 e o topo da árvore é a Casa 10, que passa a expor e fornecer seus frutos através de nossa ação como personagens sociais.

Este setor pode nos dar indícios de como podemos contribuir de melhor forma com as atividades que desempenhamos em sociedade e como abordamos e encaramos o meio profissional.

o que 333 significa na bíblia

Embora nenhum planeta tenha alegria total quando posicionado nesta casa, estrelas ou aspectos bem posicionados podem ajudar no sucesso profissional ou elevar a posição social, enquanto planetas estressados ​​podem negar o mesmo.

Sendo a última casa da Terra, a casa 10 representa o ápice do nosso Eu individual, indicando como mostramos à sociedade os recursos que reconhecemos e aprendemos a administrar na casa 2 e que aperfeiçoamos na casa 6.

Assim, indica nossa projeção e influência na sociedade e nos processos sociais, status, carreira, ambição e vocação.

Também dá indicações sobre nossa capacidade de realização pessoal, de estruturar e influenciar a sociedade (caixa 10) por meio de leis e princípios éticos (caixa 9).

Carreira, objetivos profissionais, ambição e motivação podem ser analisados ​​aqui e num contexto mais prático, bem como a qualidade dos empregadores, patrões e suas regras, para além de quaisquer outras organizações que tenham a capacidade de nos governar.

A Casa 10 também define o que representamos para a sociedade, nossa imagem e caráter social, como somos vistos por todos, quais ações nos dão a conhecer. Mesmo em nossa sociedade atual, a reputação de alguém está parcialmente ligada à família.

Nesse sentido, há uma forte relação entre esta casa astrológica e a mãe do indivíduo, pois se considera que ela também tem uma certa responsabilidade em mantê-la.

Além de tratar da nossa imagem na sociedade, trata da autoridade, honra e prestígio, das organizações a que nos filiamos, dos governantes e dos empresários. Também lida com objetivos e aspirações, bem como com pessoas que podem ter poder e influência sobre você.

É por isso que ele geralmente indica um dos pais, aquele com maior influência. A forma como lidamos com o prestígio e o estatuto social que adquirimos ao longo das nossas carreiras e posição social é algo tratado pela casa 10.

Ele levanta questões como: Que papel escolheremos e como melhoramos melhor ?, Até onde queremos ir e quanto queremos alcançar na vida ?, Qual será a minha vocação ?, Como administramos nosso status e como eles massageiam nosso ego? , Usaremos nosso poder para realmente ajudar a sociedade ou seremos apenas ambiciosos, obstinados e imprudentes?

Em uma sociedade competitiva e meritocrática, dependendo da posição que alcançamos (ou do ímpeto para alcançá-la), pode ser muito difícil se cansar das recompensas obtidas. Qual é o limite, então?

Quem dita esse limite? Todas essas coisas podem ser analisadas dentro do escopo da décima casa de mudanças no mapa natal.

Para interpretações além do mapa natal, como na astrologia horária e na busca de respostas para eventos, locais, governos ou situações específicas, a Casa 10 significa basicamente o monarca, o presidente ou primeiro-ministro de um país, o governo, a realeza e as pessoas eminentes e famoso, bem como reputação nacional e comércio, crédito e poder e a taxa de emprego público.

Plutão na 10ª Casa - Significado e Simbolismo

É claro que a descrição acima é uma explicação unilateral de Plutão que é projetado negativamente. É possível que a mãe tenha uma associação positiva com Plutão.

Ele pode ser visto como o grande doador de vida e experimentado como uma fonte de conforto e um suporte excepcionalmente forte em todas as contingências da vida diária.

Algumas pessoas que conheço com essa posição viram sua mãe enfrentar com sucesso uma crise pessoal ou um trauma profundo e ficaram mais impressionadas com sua capacidade de lidar com a adversidade e sair mais renovada e regenerada.

A mãe então se tornou o protótipo positivo para futuras experiências desafiadoras que eles tiveram que enfrentar.

Assim, já adultos, com Plutão na 10ª Casa, desenvolveram qualidades de firmeza, vontade e resistência para com os outros.

A colocação de Plutão em um mapa é onde periodicamente derrubamos, destruímos ou alteramos as circunstâncias existentes para criar novas. É onde podemos ser reduzidos a nada para nos levantarmos novamente.

Não apenas Nixon fez isso, mas o líder de sua equipe, H. R. Haldeman, nasceu com Plutão na 10ª Casa liderando a 3ª. Ele foi julgado por conspiração e passou um ano e meio na prisão; foi quando escreveu o livro The Ends of Power (Os fins do poder).

A atriz Elizabeth Taylor, cuja vida e carreira passam por muitos altos e baixos, também nasceu com Plutão naquela casa.

Em alguns casos, esse Plutão pode indicar a perda ou abandono de uma carreira estabelecida e a necessidade de iniciar uma carreira de natureza completamente diferente.

Conclusão

Ocasionalmente, encontro pessoas que têm Plutão na 10ª casa e que dizem não ter ambição.

Depois de conversar um pouco com eles, fica claro que eles ainda se veem como pequenos em comparação com o mundo grande e poderoso (a mãe) de fora.