Plutão na 4ª Casa

A maioria das pessoas interessadas em astrologia e horóscopos sabe que os mapas natais são baseados em um círculo completo de 360 ​​graus, de acordo com o sistema astrológico ocidental. Os graus do gráfico são divididos em doze unidades, chamadas de casas astrológicas.



A interação mútua de casas, planetas e signos do zodíaco marcam o mapa de um indivíduo e o tornam único; assim, a experiência de vida do nativo será única, assim como seu caráter, temperamento e personalidade.

Os doze campos podem ser divididos e categorizados por critérios diferentes e não requerem uma divisão uniforme em doze campos de intervalos de graus iguais.



Tal abordagem é explicada pelo fato de que, como a Terra era redonda, os raios solares não incidem uniformemente sobre ela.



O que é mais importante para nós aqui é que as casas astrológicas representam diferentes áreas da vida de um nativo e que os planetas afetam nossas experiências nessas áreas.

Quarta Casa em Astrologia

A Quarta Casa em mapas natais é provavelmente o campo astrológico mais íntimo. Este é um campo profundamente privado, associado aos laços familiares e às emoções relacionadas a tais vínculos.

O quarto campo representa o início e o fim.



A Quarta Casa foi o embrião do nativo, suas raízes, a família de onde vem o nativo, genética, tradições, ancestrais e origens gerais.

Este campo é sobre os ancestrais que já se foram, sobre idades de laços de sangue, herança e herança. O campo está associado à herança que os pais ou alguns ancestrais dedicaram ao nativo.

A Quarta Casa representa o lar, a casa, a pátria, o lar e o fogo em que o nativo se sente seguro.



Tudo o que é privado e íntimo está associado a este campo. A Quarta Casa fala sobre os sentimentos mais profundos e íntimos do nativo, incluindo vulnerabilidades e feridas profundamente ocultas.

Também fala sobre a paternidade e a figura parental; nos horóscopos masculinos, representa a mãe, enquanto nos horóscopos femininos representa o pai. Às vezes fica um pouco embaçado, dependendo do papel que o pai / mãe assume.

Esta casa profundamente íntima é sobre coisas que eram privadas, incluindo negócios privados.

Como a casa da família tratava de inícios e fins, trata-se de origens e raízes, sim, mas também dos últimos dias e da morte, referindo-se ao lugar onde o nativo iria parar, a lápide.

Alguns diriam que esta é uma casa perigosa, pois indica a forma de morrer e o local de sepultamento.

Casa das Origens

Os astrólogos tratam este campo como uma casa muito frágil e maléfica. A Quarta Casa é uma das Casas de Água e a água é de qualidade mutável e misteriosa.

Portanto, este campo também tem a ver com as propriedades e energias ocultas que não foram trazidas à consciência, que estavam ocultas e não processadas adequadamente.

Por esta razão, a Quarta Casa permanece como uma ameaçadora, embora sua qualidade maléfica seja muito mais fraca do que a da Sexta, Oitava e a Décima Segunda Casas.

Se os planetas do quarto campo fossem maléficos, Marte, Saturno, Netuno ou Plutão, é muito provável que o nativo se origine de uma família com muitas cargas de um tipo ou de outro. Fala sobre os ancestrais guerreiros, aqueles que lutaram em guerras, que lutaram e que passaram por tempos muito difíceis em geral.

O nativo carregaria seu fardo na vida atual; sua vida provavelmente não será fácil e alegre. O quarto campo indica perda de casa, tragédias familiares, filhos adotivos e assim por diante.

Muitos planetas maléficos dentro do quarto campo indicam infância infeliz, circunstâncias de educação problemáticas, doenças na casa da família, pais discutindo e muito mais.

Com planetas maléficos dentro deste campo, o nativo se sente desconfortável em sua própria pele, seu próprio lugar, país e casa.

Dependendo das outras circunstâncias e do mapa, existe o risco de a pessoa se tornar um indivíduo introvertido, fechado, tímido, reservado, inseguro e frágil.

Júpiter na 10ª casa

No entanto, se os planetas dentro da Quarta Casa fossem bons, para dizer isso, as coisas poderiam ser muito melhores.

Os planetas benéficos dentro da Quarta Casa indicam relacionamentos interfamiliares agradáveis ​​e estáveis, ótima relação com os pais, infância feliz e confortável, popularidade do nativo que geralmente surge mais tarde na vida.

Tal combinação indica obter herança, ter uma vida familiar estável e agradável, um parceiro amoroso, bons filhos, condições de vida justas.

Claro, algumas pessoas com planetas benéficos no campo familiar também podem ser tímidas e introvertidas, mas no bom sentido.

Eles poderiam encontrar toda a felicidade da vida dentro de sua família e um círculo muito fechado de pessoas próximas. Eles poderiam ter lindos relacionamentos dentro da família e desfrutar de seu refúgio seguro, seu próprio lar.

Muitos planetas na Quarta Casa, independentemente da natureza dos aspectos, podem ter habilidades psíquicas.

Plutão na mitologia

Plutão era um antigo deus do submundo, irmão de Júpiter e Netuno, na mitologia romana. Sua contraparte grega era Hades, a quem também conhecemos como irmão de Zeus e Poseidon e o deus do reino dos mortos. O nome Plutão , no entanto, aparece em fontes gregas.

Plutão era considerado uma divindade justa e solene, não um deus da morte cruel ou malvado, embora os povos antigos não chamem seu nome com alegria e louvor.

Os mitos dizem que o deus do submundo e da vida após a morte raramente deixaria suas habitações escuras; eventualmente, todos viriam até ele.

Ele foi informado de ter sido misericordioso e justo com as pessoas que levavam uma vida virtuosa e que eram boas.

Além da associação com morte e vida após a morte, Plutão também foi associado ao conceito de riqueza e abundância, provavelmente porque ele governou o reino subterrâneo, onde muitos materiais preciosos estão escondidos de nossos olhos mortais.

Plutão em Astrologia - Planetas em Casas

Plutão é um planeta maléfico. Distante e muito lento, de nosso ponto no universo, Plutão nunca terminou sua jornada ao redor do Sol, desde o dia em que foi descoberto.

Embora considerados misteriosos e maléficos, não sejamos muito críticos.

Plutão, assim como qualquer outro planeta na astrologia, tem seu lado positivo e negativo. Plutão pode ser incrivelmente destrutivo, mas também tem características positivas.

Indivíduos que têm uma forte influência de Plutão em seu mapa natal têm uma visão muito específica do mundo e abordagem da vida. Em um nível mais profundo, Plutão representa transformação e regeneração.

Este planeta representa a separação do antigo e o nascimento de algo novo; poderia ser identificado com o conceito de renascimento. No entanto, é preciso dizer que raramente foi um caminho fácil.

A transformação pessoal é provavelmente a experiência mais difícil, mas é necessária. Plutão induz a transformação, mas também o torna muito turbulento.

A questão é que, se quisermos mudar algo em nós mesmos, precisamos enfrentar nossos demônios interiores; geralmente os rejeitamos, quase instintivamente, porque é uma experiência assustadora.

Quando não aceitamos nossas falhas e 'demônios', Plutão cria uma grande turbulência em todas as áreas de nossa vida. Sua energia 'escura', para dizer assim, se espalha por todos os outros segmentos de nossa vida e oculta outras experiências.

Isso afetaria significativamente a área exata da vida correspondente à casa em que Plutão se senta.

Depois de trazer a necessidade real de mudança para a sua consciência e finalmente aceitar que precisa se transformar, Plutão o libera.

Planeta da transformação

Essa outra influência de Plutão parece quase uma bênção; parece a iluminação, em um nível espiritual, mental e até físico. Parece um renascimento real. Agora, vamos examinar os aspectos de Plutão em um mapa natal.

Se Plutão estava em aspectos tensos e pesados, o nativo provavelmente se tornaria uma pessoa manipuladora, alguém com tendência a atividades suspeitas, destinado a controlar os outros e subjugá-los.

Plutão governa as áreas escuras de atividades criminosas, máfia e sociedades secretas.

Plutão, no entanto, representa o outro lado da moeda, abrangendo detetives, inspetores, espiões e investigadores profissionais, polícia e outros. Em geral, as pessoas e organizações que têm algum tipo de poder (oculto) geralmente estão sob forte influência de Plutão.

Este planeta também está associado a recursos poderosos, a materiais preciosos que trazem poder às pessoas e que estão sob o solo; petróleo, ouro negro, reservatórios e derivados, bem como todos os outros materiais e riquezas subterrâneas seriam um bom exemplo.

Pessoas que têm um Plutão posicionado favoravelmente são caracterizadas por uma aura especialmente poderosa e magnética.

Esses indivíduos podem se tornar líderes inspiradores, profetas, psicólogos, cirurgiões, detetives, mas também líderes da máfia ou espiões. Em qualquer caso, é provável que se tornem pessoas de poder, embora o tipo de poder dependa do resto de seu mapa. Eles teriam influência sobre outras pessoas.

Plutão dominante em aspectos justos indica reputação e influência impressionantes sobre os outros e a riqueza.

Plutão na Quarta Casa - Plutão na 4ª Casa

Plutão na Quarta Casa indica distanciamento emocional e mistificação dos próprios sentimentos, que estão provavelmente associados a certas experiências relacionadas à infância e à família.

Não precisa ser nada dramático e terrível, mas pode estar relacionado a um padrão de comportamento e reação que você herdou de seus pais ou aprendeu ao longo de sua infância. Seus medos e inseguranças têm raízes em sua educação.

Talvez seus pais ou um deles fossem muito calados, tímidos, inseguros ou até mesmo envergonhados por certos motivos pessoais dos quais você, quando criança, provavelmente não sabia. As crianças absorvem facilmente as vibrações e a energia dos mais próximos.

Na maioria dos casos, os pais desconhecem isso, pois só têm boas intenções com os filhos. Seu comportamento misterioso e silencioso costumam vir para proteger as crianças.

No entanto, muitas vezes acaba sendo um movimento errado. A criança excessivamente protegida não constrói o próprio mecanismo de defesa e não tem ideia de como lidar com situações problemáticas mais tarde na vida.

Eles tendem a analisar demais as circunstâncias, porque se sentem inseguros em relação a eles e não têm certeza das intenções dos outros, desconfiados, confiando apenas em seus pais ou nas convicções que herdaram durante a infância.

Essa atitude misteriosa dos pais, destinada a manter a criança longe do perigo, muitas vezes acaba sendo contraproducente.

Um adulto com Plutão na Quarta Casa provavelmente tem muito medo da mudança, de qualquer mudança, porque está acostumado com os pais lidando com as mudanças da vida e, o que é pior, de uma maneira que a criança nunca vê. Boas intenções, embora muitas vezes resultados ruins.

Plutão na 4ª Casa - Patrimônio de Sobrecarga

Outro problema comum com pessoas com Plutão na Quarta Casa é que muitas vezes elas se sentem envergonhadas de suas origens, enquanto a maioria dos outros tem orgulho de suas raízes, do lugar e da família de onde vêm.

As razões para tal atitude podem ser muitas e muito difíceis de identificar; a razão concreta depende do caso individual. O sentimento de culpa inexplicável é comum.

Isso poderia acontecer por um motivo óbvio, mas pelo qual o nativo não era culpado. Por exemplo, o nativo pode vir de uma família cujos ancestrais são conhecidos por terem cometido certas coisas ruins no passado.

Os pais ou um deles sentem a culpa e passam para o filho. Assim, a criança carrega o fardo com o qual não tem nada a ver, na verdade.

Pode acontecer que as experiências reais da infância do nativo sejam traumáticas ou problemáticas de verdade; depende do mapa e de uma vida individual, é claro.

No entanto, com Plutão forte na Quarta Casa, o nativo acha difícil se livrar dos traumas da infância.

Se nos lembrarmos da influência básica de Plutão, devemos considerá-la como um caminho da estrada.

Essas lesões não têm como objetivo derrotá-lo, mas conduzi-lo por meio de um processo transformador.