Saturno na 2ª Casa

Casas astrológicas contam sobre a experiência única de um nativo em várias áreas da vida.



As casas contam como uma pessoa funciona na vida real, incluindo sua atitude em relação à vida como um todo, o mundo, outras pessoas, o trabalho e os hobbies, saúde, corpo, relacionamentos românticos, família e muito mais.

São doze casas e cada uma corresponde a um campo específico e complexo da vida.



Os planetas encontrados dentro dessas casas, junto com seus aspectos, afetam as experiências individuais de uma maneira única. As combinações de planetas e casas são especialmente interessantes para analisar.



As pessoas olham para esses campos para descobrir o que os poderá esperar no futuro, em relação a segmentos específicos da vida. Além disso, eles poderiam entender melhor alguns dos eventos ou ações anteriores.

Cada planeta possui uma energia específica. Quando se instala dentro de uma casa e forma um aspecto com outros planetas, desempenha um papel especial na experiência do nativo em uma área da vida.

Se uma casa fosse enfatizada, pelos planetas internos e pelos aspectos fortes que eles formam, é provável que esse campo específico da vida seja predominante ou que você experiencie algo significativo em relação a esse campo.

Segunda Casa em Astrologia



A Segunda Casa é identificada com questões de estabilidade financeira, questões de propriedade, riqueza e pobreza, ganho e perda, ganho, dinheiro e outros relacionados. Esta casa pode falar sobre nossos problemas de dinheiro, receitas e resultados, posses materiais. No entanto, é mais do que isso.

Esta casa fala sobre nossa capacidade de ganhar dinheiro e mantê-lo. Esta casa é sobre o potencial de cada um em relação ao gerenciamento de receitas, ganhar, economizar e manter a situação financeira estável.

O segundo campo poderia responder a uma pergunta sobre se você saberia ganhar dinheiro ou não? Você será capaz de mantê-lo e fazer a receita fluir? Enfim, você vai ficar rico?



Esta casa também responde a perguntas sobre dívidas e empréstimos, problemas e dificuldades financeiras potenciais, riscos relativos à estabilidade financeira e muito mais.

No entanto, esta casa não é apenas sobre dinheiro. Está relacionado a bens e valores em geral. Portanto, a Segunda Casa representa sistemas de valores, princípios, talentos e capacidades.

Este campo fala sobre a atitude de alguém em relação a diferentes sistemas de valor; você está pronto para tolerar os sistemas dos outros? Você está disposto a ajustar e mudar o seu próprio sistema?

A Segunda Casa é a Casa de Touro, que é uma Terra e um signo fixo. Esta é uma casa de sucessão e de terra, portanto associada a riquezas e recursos.

As pessoas que têm ênfase nesta casa tendem a se estabelecer na vida e a encontrar a área em que poderiam ser mais produtivas.

A Segunda Casa trata de valores, posses, circunstâncias materiais e nossos vínculos com o físico e o tangível.

Saturno na mitologia

Uma antiga divindade agrícola na Roma Antiga, Saturno foi muito admirado em toda a tradição romana, ao contrário de sua contraparte Cronos na Grécia.

Essas duas divindades desempenharam um papel crucial nas genealogias do panteão romano e grego. No entanto, sua história se desenvolveu de maneiras diferentes.

De acordo com o mito, Saturno era um dos filhos de Urano, a antiga divindade do céu ou a personificação do céu. Urano, entretanto, não gostava de seus filhos.

Ele os manteria nas trevas da Terra, que também era sua própria mãe e esposa e mãe dos titãs, Saturno incluído. A terra, Gaia ou Gaia, não estava feliz com as atividades de Urano, então ela elaborou um plano astuto. Ela precisava de alguns de seus filhos para tornar isso real.

No entanto, todos estavam com medo de executar o plano, todos menos Saturno. Então Saturno esperou que Urano viesse buscar o amor de Gaia, ele o castrou e o derrubou. Este é o mito de Cronos também.

No entanto, Saturno terminou de maneira semelhante; seu filho Júpiter, que na mitologia grega conhecemos como Zeus, superou a regra e a compartilhou com seus irmãos, Netuno e Plutão. Derrubado, Saturno fugiu e foi para o Lácio, para Capitolium, onde se estabeleceu.

Janus, de quem não falaremos muito, já que nos obriga a sair do nosso caminho saturnino, o acolheu calorosamente. Janus era uma divindade itálica muito antiga e existem mais fontes sobre ele.

Saturno governou a região e acreditava-se que era um período de paz, colheita abundante, anos frutíferos, boa saúde e alegria. As pessoas, portanto, amavam Saturno e o período de sua predominância divina foi chamado de idade de ouro, A idade de ouro .

Diz-se que o próprio nome de Saturno se origina de um termo cem , que significa 'semeado'. Saturno era uma importante divindade agrícola. Os mitos dizem que ele não só concedeu às pessoas um solo fértil e uma rica colheita, mas também lhes ensinou os trabalhos agrícolas.

O deus benevolente também deu aos humanos algumas das primeiras leis pelas quais viver, embora também seja mencionado que Janus fez o mesmo. Mais tarde, Saturno desapareceu; dizia-se que Janus havia iniciado uma tradição de adoração a Saturno.

Ele construiu um altar para Saturno e fundou uma data de adoração. A principal e conhecida festa dedicada a Saturno trazia o nome do deus, Saturnalia.

Saturnalia as festividades ocorreram em dezembro, marcando o fim de todas as obras agrícolas do ano e o início de uma nova. As festividades estavam cheias de comida, bebida, música e alegria e as pessoas se juntariam a eles com prazer.

No início, a celebração de Saturno durava três dias, depois cinco e acabou se estendendo por uma semana inteira de diversão em nome de um bom deus Saturno!

Saturno era muito admirado e considerado um deus da semeadura e colheita, alma fértil, trabalhos agrícolas, terras ricas e férteis, prosperidade e abundância. Suas funções eram semelhantes às de outras divindades terrestres e agrícolas, em vez das de Cronos.

Poderíamos facilmente identificá-lo com a Deméter grega, por exemplo, ou Ops, a deusa da colheita abundante, que também era sua esposa.

Saturno em Astrologia - Planetas em Casas

Enquanto o deus romano Saturno era considerado um deus benevolente da terra e da agricultura, é mais provável que o Saturno astrológico nos lembre do cruel titã Cronos.

A natureza do planeta Saturno e as funções astrológicas lembram Cronos, ao invés de um Saturno muito admirado e celebrado em alto e bom som.

Do que se trata Saturno e por que as pessoas o consideram um planeta negativo, que você não gostaria de ver enfatizado em seu mapa?

Saturno é o planeta das limitações. É um dos planetas sociais; o outro é Júpiter.

Os planetas sociais são um elo fino entre os aspectos puramente pessoais de um nativo e o que está além deste mundo. Eles representam a posição social, a percepção das organizações sociais, instituições e conceitos.

Júpiter amplia os horizontes, nesse sentido, inspirando crescimento e progresso. Saturno estagna, mas ultrapassa os limites e organiza as coisas.

Bem, todos nós pensamos que a expansão é apenas perfeita e a limitação deve ser negativa. As coisas nunca são tão simples! É verdade que Saturno é um professor frio, rígido e muito cauteloso. Se fosse em aspectos desfavoráveis, demasiadamente enfatizados, certamente geraria problemas. No entanto, precisamos de suas lições.

Sem Saturno e seu desejo de analisar, categorizar, formar estruturas e regras, a fim de controlar, não saberíamos a importância da ordem, da disciplina e da responsabilidade.

Saturno é o planeta de limites e fronteiras, com a alma presa dentro do corpo. Suas lições são difíceis de aceitar e compreender. Ninguém gosta de restrições e as pessoas geralmente não conseguem entender aonde elas levam.

Isso torna a compreensão de Saturno uma tarefa pesada e problemática. Saturno traz negatividades para nossas vidas e elas deveriam nos ensinar algo, embora ninguém goste dessas lições.

Saturno é o planeta da miséria, infortúnio, desespero, doença, tristeza, velhice, isolamento, solidão, lugares isolados e abandonados. Saturno é sombrio e paciente, associado ao passado, história, tradição e herança.

Com sua ajuda, preservamos os valores tradicionais, mas também podemos estagnar, dependendo da posição e aspectos exatos de Saturno. Vamos ver como isso afeta a Segunda Casa.

Saturno na Segunda Casa - Saturno na 2ª Casa

Saturno na Segunda Casa indica uma necessidade expressa de estabilidade no plano profissional e romântico. Esse nativo está em busca de segurança e estabilidade na vida, principalmente no que se refere a finanças e bens.

caindo escada abaixo sonho

Pessoas com Saturno na Segunda Casa tendem a se concentrar em sua situação material e alguns deles trabalhariam duro para construí-la e manter uma renda estável.

Enquanto Saturno trata de limitações, esses nativos vêem as limitações de uma maneira peculiar. Eles cruzam fronteiras de limitações, nada mais do que limitar-se. Parece um pouco paradoxal?

Esses nativos podem ficar obcecados por valores materialistas, o que é ultrapassar os limites de uma saudável obsessão pela materialidade, se é que podemos chamá-la assim. Eles tendem a materializar tudo e isso simplesmente não funciona.

Essas pessoas se privam de muitas alegrias da vida simplesmente porque veem tudo de um ponto de vista materialista. Saturno quer que você fixe e, no segundo campo, o objeto da fixação provavelmente se tornaria algo muito material.

Saturno na Segunda Casa tentará mantê-lo afastado de todas as inseguranças, incluindo as financeiras, profissionais, mas também emocionais. Embora essa rotina tenha seus lados bons, pode ser contraproducente.

Alguns nativos com esta posição de Saturno desenvolverão ambições saudáveis ​​e investiriam muito esforço para alcançar certos resultados profissionais e financeiros.

Eles puderam realizar grandes coisas na vida, graças à sua persistência, foco, dedicação e um objetivo claro e tangível. Eles são realistas, muito realistas e práticos. Saturno não os deixaria se extraviar e focalizaria suas visões.

Isso poderia ser uma coisa boa, uma vez que essas pessoas não se distraem facilmente, o que pode afetar seus resultados positivamente, é claro.

Por outro lado, eles não se arriscariam ou experimentariam; especialmente quando se trata de posse material, finanças, valores tradicionais, sistemas de valores e princípios.

Eles raramente mudariam alguma coisa. Isso significa que eles correm o risco real de perder oportunidades fantásticas.

Saturno na 2ª Casa - Questões de Dinheiro

Porém, alguns deles realmente não se importam com as novas oportunidades, estando muito satisfeitos com o que conseguiram até agora, até porque é fruto do seu próprio fazer. Eles devem se orgulhar disso e mantê-lo. Essas pessoas são motivadas, dedicadas e pacientes.

Eles são muito racionais, sabem o que querem e fariam o que fosse necessário para preservar os valores que lhes são caros. Também é provável que sejam ricos ou tenham uma situação confortável quando forem mais velhos.

Se os aspectos de Saturno na Segunda Casa eram pesados, o nativo geralmente não consegue administrar as finanças com uma mente racional. Ele ou ela acha difícil economizar dinheiro ou não pode desistir de bens que não são mais necessários.

Isso se aplica não apenas a bens materiais e finanças, mas também a relações românticas, sistemas de valores, tradição, princípios e assim por diante.

Eles se sentem presos a uma situação desagradável em particular, mas se agarram a ela. Por exemplo, eles não venderiam uma casa grande demais para que morassem e pagassem. Eles acham a opção de vender muito assustadora, porque se apegaram a ela ou porque não têm ideia de como se ajustariam a um novo lugar ou qualquer coisa desse tipo.

As questões financeiras podem representar um obstáculo quando se trata de um relacionamento. Essas pessoas não estão prontas para fazer concessões e podem tratar mal as outras pessoas, sem levar em conta seus sentimentos.

É provável que ocorram situações financeiras problemáticas, uma vez que esses nativos não são bons no gerenciamento de suas fontes de renda.

Saturno na segunda casa - metas estabelecidas

Com bons aspectos, Saturno na Segunda Casa poderia se manifestar em uma luz muito boa, o que é um alívio para todos aqueles que o têm nesta posição, mas temem sua possível influência negativa.

Saturno no segundo campo torna um nativo racional e pragmático, quando se trata de finanças e profissão.

Esses nativos trabalham arduamente ao longo da vida e são recompensados ​​com uma velhice bastante confortável, agradável e até rica.

Claro, eles poderiam ficar ricos e financeiramente estáveis ​​desde o início. É verdade que eles não fazem muitos compromissos e geralmente não assumem riscos, não querem experimentar, mas geralmente têm uma ideia muito clara do que desejam alcançar.

Eles têm conjuntos de valores e princípios firmes e bem estabelecidos pelos quais viver.

Esses nativos são firmes em seus objetivos profissionais, realistas quanto às oportunidades financeiras, com padrões elevados, porém alcançáveis.