Sol em conjunção com a sinastria de Júpiter

Uma das ciências alternativas mais antigas e interessantes é, sem dúvida, a astrologia.



A evidência da pesquisa sugere que a astrologia ou, pelo menos, algum tipo de proto-astrologia existiu mesmo durante os tempos pré-históricos, cerca de dez a vinte e cinco mil anos atrás na pré-história. Certos achados apresentam ossos de mamute com marcas que correspondem às fases da lua.

Desde os primeiros dias da humanidade, muito antes do alvorecer da civilização, nossos ancestrais distantes observavam o céu e o usavam como um mapa de navegação.



Mais tarde na história, as pessoas começaram a nomear objetos celestes e constelações, dando a esses mapas mais significados. Na verdade, esse processo nos aproximou dos domínios desconhecidos do cosmos.



Os fenômenos cósmicos e celestes eram frequentemente atribuídos ao trabalho das divindades. As pessoas acreditavam que as divindades afetam nossa vida na terra; muitos fenômenos naturais foram associados a certos fenômenos celestes.

Pôr do sol e nascer do sol, fases da lua, mudanças de estações, a atividade da vida terrena, todos eles formam um círculo maravilhoso e um enigma inspirador.

A astrologia que conhecemos hoje está associada às primeiras culturas da Mesopotâmia, também à antiga Pérsia. Foram os babilônios que criaram o primeiro horóscopo, como mostram as evidências arqueológicas.



A astrologia sobreviveu a idades inteiras de transformação e diferentes concepções sobre o universo que habitamos. No século XVII, durante o período do Iluminismo, a astrologia foi abandonada.

Antes da Idade da Razão, astrologia e astronomia eram tratadas juntas e igualmente. Após o Iluminismo, eles foram divididos, para nunca mais serem unidos novamente. Houve uma era tranquila na história da astrologia, mas o interesse por esta 'ciência das estrelas' nunca cessou.

Durante o século XX, a astrologia se tornou mais popular, mais uma vez. Hoje, poderíamos dizer que é bastante difundido e amplamente praticado, embora muitos contestem sua natureza 'científica'.



A astrologia ainda vive, especialmente na era de despertar o interesse pelas práticas espirituais e pela medicina alternativa e pelos conceitos de bem-estar, principalmente vindos do Extremo Oriente.

Alguns levam a astrologia muito a sério, conhecendo o potencial desta pseudo ciência. Um astrólogo profissional não é um adivinho. A astrologia de fato tem seus princípios e desenvolveu sistemas metodológicos, embora os críticos muitas vezes os desaprovassem como inconsistentes e sem provas.

Astrologia e Sinastria Natal

O tipo de leitura astrológica mais comumente exigido é a sinastria, a interpretação astrológica da compatibilidade entre duas pessoas.

Baseia-se na astrologia natal e no mapa natal, uma vez que, na sinastria, o astrólogo realmente compara mapas natais individuais e analisa sua correspondência astrológica.

Antes de ocorrer o relatório da sinastria, o astrólogo analisaria os dois mapas natais. Cada gráfico apresenta uma distribuição específica de oito planetas e duas luminárias. De acordo com a astrologia, o movimento e as posições planetárias afetam as vidas humanas.

No momento do seu nascimento, eles estavam em uma posição específica, então um mapa natal representa uma imagem do céu.

É um diagrama que mostra exatamente essa distribuição planetária específica. Esses planetas fazem contatos entre si e tais contatos criam energia específica. Os signos do zodíaco, as casas astrológicas e todos os outros elementos criam um complexo de um mapa natal único.

Embora seja possível que duas pessoas nasçam ao mesmo tempo e lugar, suas vidas seriam diferentes.

Isso acontece porque o mapa natal oferece uma visão dos potenciais para a sua vida; verdade, a distribuição planetária é fixa e imutável.

No entanto, a maneira como você usa os potenciais que essas posições oferecem depende de você. A este respeito, a astrologia não prediz exatamente eventos, mas fala sobre possibilidades. Pode apontar alguns eventos importantes, no entanto.

Relatório de Synastry

Depois que o astrólogo tiver analisado cada gráfico, eles podem ser comparados. A sinastria é a comparação de mapas natais e a mais comumente praticada é a leitura de compatibilidade romântica. A sinastria romântica pode ser um tesouro precioso de informações.

Ao analisar mapas individuais, o astrólogo prestaria atenção a elementos como romance, objetivos de relacionamento, tendências, expectativas etc.

O Synastry compara gráficos ponto a ponto, interpretando cada aspecto que os planetas criam. O relatório de sinastria o ajudará a entender melhor a conexão que você tem com seu parceiro ou com um parceiro em potencial.

Às vezes, as pessoas pedem um relatório de sinastria 'com antecedência', para ver se são compatíveis com alguém que consideram atraente.

Esse tipo de leitura astrológica poderia dizer exatamente por que você acha a outra pessoa atraente, o que os atrai.

A Synastry revela todos os seus pontos fracos e fortes como casal, assuntos desafiadores e os momentos mais lindos. A sinastria não prevê o resultado de uma conexão nem pode dizer se um relacionamento se tornaria um fracasso ou sucesso.

Claro, isso depende de suas expectativas de um relacionamento em geral. A natureza geral de seu relacionamento pode ser vista em um relatório de sinastria. Esta leitura analisa contatos entre planetas, aspectos astrológicos.

Cada relacionamento representa uma combinação única de aspectos astrológicos, que podem ser pesados ​​e fáceis.

Aspectos Astrológicos e Sinastria

A sinastria apresenta um complexo único de aspectos astrológicos, ou seja, uma combinação de contatos específicos entre os planetas de ambos os mapas. Esses contatos são anjos que esses planetas formam.

Cada um deles produziria uma energia específica e essa energia afetaria o relacionamento entre duas pessoas na vida real. Cinco aspectos principais são os mais importantes.

Estes são a conjunção, a oposição, a quadratura, o sextil e o trígono. A conjunção pode ser tanto de natureza fácil quanto pesada, quadraturas e oposições são pesadas e desafiadoras, enquanto trígonos e o sextil são fáceis ou fluidos.

As pessoas estão erradas em dividir aqueles em maus e bons. Não há divisão em preto e branco na astrologia.

Portanto, não desanime se você vir alguns aspectos 'negativos' em sua sinastria. Todos os aspectos devem ser tomados como uma imagem completa, uma imagem complexa. Suas energias interagem; aspectos isolados não fazem um relacionamento, embora cada um o afete.

Vejamos qual é o caso da conjunção ambígua.

Conjunções e Sinastria

As conjunções são as mais poderosas; estes são geralmente considerados os aspectos mais fortes e mais fortemente vinculantes. No entanto, cada conjunção depende dos planetas que a formam.

Esses aspectos se manifestam com uma produção intensa de energia astrológica. As energias dos planetas na sinastria são conjugadas e fluem juntas.

Isso indica que dois planetas maléficos e problemáticos produziriam um fluxo de energia negativa e vice-versa. No entanto, a conjunção deve sempre ser vista em uma perspectiva mais ampla e ao lado da compreensão de outros elementos da sinastria.

Este é um aspecto poderoso, que freqüentemente pode produzir ambas as energias. Cada energia planetária é intensificada.

Na sinastria, significa uma conexão forte. No entanto, a natureza da conexão depende dos planetas. Para melhor compreender a conjunção, é necessário compreender a natureza dos planetas envolvidos.

Tanto o Sol quanto Júpiter aqui são planetas muito positivos (o Sol é um luminar e também rotulado como um planeta, na astrologia). Deixe-nos ver dentro deles.

O Sol na Mitologia e Astrologia - Luminares na Sinastria

Todos concordariam que o Sol é o planeta astrológico mais importante. Bem, certamente é de vital importância. O poderoso Sol que dá toda a vida também representa a própria vida, sua personalidade, caráter, ambições e objetivos na vida.

Em todas as civilizações antigas, era associado ao calor e à vida, à vitalidade e à luz, a deuses e deusas lindamente e muito adorados.

Na mitologia grega, era Helios, o brilhante e amado deus Sol; no Egito, Rá e Hórus eram alguns dos deuses associados ao Sol, Shamash, na antiga Mesopotâmia.

Todas essas divindades eram altamente elogiadas e adoradas, associadas à vida, justiça, realeza etc. O Sol desempenha um papel proeminente na astrologia natal.

É o primeiro dos planetas pessoais e define nossa personalidade, suas bases. O Sol na sinastria é muito importante.

O Sol e a Lua são luminárias - luzes - e muitos astrólogos diriam que era melhor vê-los na sinastria, mesmo em aspecto pesado, do que não tê-los. Eles iluminam o relacionamento, em sentido metafórico.

O Sol é autoconfiança, ambição, objetivos, lugares altos, auto-importância, integridade pessoal, generosidade e autoridade. Rege o signo de Leão e é um princípio masculino.

Esta luminária brilhante e dourada desempenharia um papel majestoso em um relacionamento. Veremos como ele se encaixa em Júpiter, em uma conjunção.

Júpiter em mitologia e astrologia - planetas em sinastria

Júpiter é outro planeta que iluminaria o seu dia. Considerado um planeta sortudo e protetor, Júpiter representa expansão, crescimento, desenvolvimento, sabedoria e alto conhecimento.

Está associada também a valores morais, justiça, filosofia, religião e viagens para lugares distantes, estrangeiros e distantes. Júpiter precisa se expandir e crescer.

Júpiter é um dos planetas sociais, então seu papel na sinastria afetaria sua vida social como casal. Ele falará sobre sua abertura geral para situações sociais, suas atitudes e objetivos mútuos.

Júpiter está associado a um grande otimismo e teria muito a dizer sobre sua sensação geral de felicidade e alegria em um relacionamento.

Este planeta está associado à verdadeira felicidade e fortuna geral na vida. Em contraste com seu vizinho restritivo Saturno, Júpiter é tudo o oposto. Júpiter não conhece limites e pode trazer certa instabilidade a um relacionamento.

No entanto, isso dependeria da sinastria geral. Vamos ver o que o Sol em conjunção com Júpiter oferece.

Sol em conjunção com Júpiter - fé um no outro

Este é um aspecto maravilhoso que se apresenta com fé uns aos outros. Júpiter está maravilhado com o esplendor e a energia do Sol, bem como com seu calor, paixão e generosidade.

sonho de nadar com tubarões

Júpiter tem muita fé no Sol e isso inspira muito o Sol a manifestar todas as suas melhores qualidades. Júpiter é o planeta do crescimento e suporta o crescimento do Sol.

Em tal relacionamento, um apóia o outro e há muita compreensão profunda, grande companheirismo e profunda confiança.

Este relacionamento é baseado na verdadeira amizade, que é, como todos concordam, uma incrível pedra fundamental para um relacionamento amoroso estável, muito agradável e harmonioso.

Essa é uma relação voltada para a expansão, então cada um incentivaria esse elemento no outro. O Sol se tornará ainda mais autoconfiante, corajoso e nobre, enquanto Júpiter buscará expandir suas próprias visões e aumentar suas qualidades também o melhor.

Essa conexão traz pura alegria. Dificuldades ocasionais, que são normais, seriam facilmente resolvidas.

Sol em conjunção com Júpiter - Risco de excesso de indulgência

Bem, tudo isso pode parecer bom demais para ser verdade. É verdade, mas também traz alguns riscos. Tanta expansão e facilidade geral que prevalecem podem levar vocês dois ao excesso de indulgência.

Você realmente gosta de estar junto, fazer coisas incríveis, mas a expansividade levada ao extremo pode levar a esse resultado. Este é um caso comum com este aspecto, se dominar a conexão.

Isso não é extremamente ruim ou difícil, mas algum tipo de limitação pode ser útil. Vocês se entendem muito bem e com certeza sabem expressar seu carinho da maneira mais linda e afetuosa.

Vocês são nobres e generosos, mas devem cuidar da expansão juntos, porque isso pode levar a alguns problemas práticos da vida.

Assim como é o caso com esses aspectos superexpansivos, algum elemento saturnino faria todo o trabalho e equilibraria a conexão. Veja se Saturno estava envolvido na sinastria, com este aqui.

No geral, esta é uma conexão que pode ser descrita como abundância. Este é um aspecto muito afortunado, mas certifique-se de controlar sua expansividade de vez em quando, para que não lhe cause problemas práticos (materiais, financeiros, normalmente.