Ketu na 10ª Casa

Jyotish, que significa 'luz' ou luz divina associada a corpos celestes, é outro termo para astrologia védica. É uma disciplina espiritual muito antiga ou, melhor dizer, um caminho espiritual.

Ketu e Rahu, o Sul e o Nodo Lunar Norte são elementos muito importantes em Jyotish.

Este antigo caminho vem da Índia; suas raízes remontam a um passado distante, há vários milênios. A ideia básica de Jyotish é a mesma de outras práticas astrológicas.



Acredita-se que os corpos celestes influenciam a vida de todos os seres humanos individualmente. Comparado a outros sistemas astrológicos, o sistema védico parece ser o mais preciso, no que diz respeito às informações e aos resultados que oferece.

Não apenas revela seu destino, mas também sugere um conjunto de medidas corretivas que o ajudariam a superar suas fraquezas e lidar com seu 'carma ruim'.

Este sistema é organizado em ciclos; planetas, casas e aspectos contam sobre a experiência pessoal de vida, durante um dos ciclos. A astrologia védica revela influências que estão em jogo durante cada ciclo da vida de um indivíduo. Esses ciclos são períodos de um a três anos.

Jyotish poderia nos dar informações preciosas; aponta coisas que podem ser aproveitadas, mas também aquelas que podem atrapalhar o nosso bem-estar.

O sistema védico está intimamente relacionado ao próprio conceito de karma. Agora, muitos autores debatem sobre o propósito de interpretar seu destino. Se considerarmos que tudo é carma, no sentido coloquial, que tudo já foi escrito nas estrelas e determinado, o que poderíamos fazer, afinal? Qual é o propósito real de conhecer o seu destino, se você não pode fazer nada?

Bem, a maioria deles concorda que temos livre arbítrio. Por nosso livre arbítrio, podemos afetar nosso destino. Sim, é causal, é cíclico e predestinado, de certa forma, mas ainda podemos afetá-lo.

Por meio do Jyotish, aprendemos o que podemos e o que devemos fazer para alcançar um estado melhor de nosso ser.

Caminho um tanto complexo, de fato, e difícil de compreender. Em qualquer caso, Jyotish poderia ser um guia perfeito.

Rahu e Ketu - nós lunares

Rahu e Ketu estão intimamente relacionados ao caminho cármico de uma pessoa. Também os conhecemos como Nódulo Lunar Norte e Nodo Sul.

Na astrologia védica, eles são considerados mais poderosos do que os planetas reais. Eles não são planetas, embora os cálculos os tratem como tal.

Astronomicamente, eles são os pontos de intersecção, locais onde as orbes do Sol e da Lua se cruzam. Eles são tratados como planetas imaginários. Rahu e Ketu podem ser mais bem entendidos como pontos cármicos.

Esses são pontos opostos em um mapa natal e seus significados são opostos. Ketu representa traços superdesenvolvidos, pois representam tudo o que carregamos em nossas encarnações e com que lidamos neste momento.

sonho de matar alguém

O Nodo Norte, Rahu, representa características que não são tão bem desenvolvidas, mas deveriam ser. Rahu e Ketu nos ajudam a perceber o que devemos deixar ir e o que devemos nos tornar.

Havia um mito interessante sobre Rahu e Ketu. Eles eram um, há muito tempo. Eles eram o demônio dragão serpentino que roubou o elixir da imortalidade dos deuses, mas Vishnu, a divindade criadora, o cortou ao meio. O dragão não morreu, pois provou o néctar.

Louco com o Sol e a lua que o denunciou, ele jurou vingança. Na verdade, foram suas metades, Rahu e Ketu, que decidiram fazê-lo.

Desde então, duas entidades, Rahu, a cabeça do dragão e Ketu, a cauda do dragão, perseguem os luminares, furiosos e sedentos por vingança. Eles devoram o Sol e a Lua, o que se manifesta como um fenômeno que conhecemos como eclipse.

Na astrologia, os nós desempenham um papel significativo. Eles não correspondem a signos, uma vez que não são planetas reais. No entanto, sua influência é impressionante. Vamos aprender sobre Ketu.

Ketu - O Nódulo Sul

A cauda do dragão, a cauda do dragão , é uma entidade astrológica mística e estranha, associada a ilusões e ao nosso passado. É um tesouro de todas as encarnações anteriores, um conjunto de comportamentos, hábitos e patrimônios do passado.

Ketu pode ser entendida como uma bolsa que carregamos por toda a vida.

Porém, a bolsa tem que ser esvaziada às vezes e mais bem organizada, por assim dizer. Isso nos leva de volta, impedindo nosso progresso.

Ketu significa características superdesenvolvidas, o que significa que devemos superá-las e trabalhar naquelas que precisam de um maior desenvolvimento. Ketu representa tudo o que aprendemos, tudo o que estamos acostumados a fazer.

É uma armadilha do passado. Nesta vida, tendemos a aplicar soluções e padrões de nossas vidas anteriores, que não podem funcionar bem o tempo todo.

O efeito real da energia Ketu dependeria da posição do Nódulo Sul no mapa natal. Se a posição fosse favorável, Ketu poderia brilhante poder de percepção e de autoconhecimento.

Aqueles com Ketu bem colocados são pessoas muito espirituais, muitas vezes apresentando até mesmo certos poderes de cura. A posição desfavorável de Ketu leva a um comportamento caótico, depressão e falta de autoestima.

A Décima Casa em Astrologia - 10ª Casa em Astrologia

A Décima Casa está principalmente associada a carreira e sucesso profissional, reputação, status profissional e reconhecimento. Este campo fala sobre potenciais e oportunidades nesta área da vida. No entanto, realmente depende da sua atividade.

Existem pessoas com indicadores surpreendentes de sucesso na Décima Casa, mas eles não usaram seus potenciais, mesmo que tivessem um ponto de partida favorável.

Por outro lado, algumas pessoas apresentam-se com grande coragem e prontidão para realizar coisas surpreendentes, mesmo que o seu ponto de partida tenha sido pobre. Ler sua Décima Casa pode ser muito útil.

Por exemplo, pode sugerir coisas que você pode ver sem importância e sem sentido, mas coisas que podem realmente fazer uma grande diferença. Também alerta sobre possíveis problemas relacionados à sua vida profissional.

significado bíblico do número 13

Ketu na Décima Casa - Ketu na 10ª Casa

Nativos com Ketu na Décima Casa e Rahu na Quarta Casa, têm que superar suas falsas convicções de que eles eram o centro de tudo o que está acontecendo ao seu redor.

Vidas anteriores convenceram essas pessoas de que eram o fator mais importante em tudo.

Seu senso de dignidade e auto-importância é tão forte que eles mal conseguiam resistir. Eles acham que muitas coisas estão abaixo do seu nível, então eles nunca aceitariam qualquer posição menor.

Eles foram líderes no passado, por isso lutam pela mesma posição na encarnação atual.

Esses nativos são usados ​​para assumir o comando ao sinal mais sutil da fraqueza e incompetência do outro. Essas personalidades são autoritárias e comandantes. Eles se sentem importantes e protetores com os outros, mas tendem a ser excessivamente protetores.

o que um leão significa em um sonho

Freqüentemente, eles colocam muitas pessoas sob sua proteção, testando sua própria capacidade de manter o controle. Esta é uma posição muito solitária, na verdade. A pessoa é ocupada pela missão de um protetor e de um líder que não sobra muito lugar para a proximidade com outras pessoas.

Essa pessoa mantém a guarda alta e as paredes grossas, não permitindo que os outros encontrem seu verdadeiro eu interior. Essa pessoa é como um bravo comandante em um uniforme ou armadura, pronto para proteger e controlar.

Esse padrão possivelmente se origina na primeira infância. É muito comum que tais indivíduos tenham sido criados por pais ambiciosos e rígidos, que os faziam acreditar que estavam predispostos a estar no topo do mundo.

Por um lado, pode ser encorajador; por outro lado, é uma posição exigente que leva ao medo da decepção e também à solidão, pois tudo o que o nativo faz é voltado para o sucesso.

Ketu na 10ª Casa - Valorização da Vida

A vida atual, porém, faz com que este nativo pare do pedestal e verifique a base de sua coluna. Esta é uma nova posição desconfortável e perturbadora, porque o nativo descobre rachaduras e buracos.

Essas pessoas nunca estão satisfeitas, porque sofrem com os ideais de encarnações anteriores e, por isso, sempre se sentem como se não fossem boas o suficiente, ao mesmo tempo que acreditam que têm que ser os melhores. É uma visão infantil da vida, na maior parte.

Este nativo odeia estar no segundo plano, incapaz de aceitar qualquer posição exceto a mais alta.

Porém, a vida não os teria no topo, pelo menos não o tempo todo, o que é resultado da dinâmica natural das coisas. Eles odeiam lidar com tal situação.

A lição cármica visa ensiná-los a apreciar cada passo do caminho e a valorizar as pequenas conquistas, em vez de aceitar e reconhecer apenas as grandiosas.

Sua insatisfação por não serem os primeiros e os melhores pode chegar a tais extremos que alguns deles se tornam perigosamente autodestrutivos. Eles caem no mais profundo abismo da depressão, convencidos de que sua vida não tinha sentido e que nada vale a pena ser vivido.

Eles estão desesperados por grandes sucessos, então negligenciam completamente todo o resto. Eles não apreciam a vida como ela é.

Isso é resultado da pressão que muito provavelmente vem da maneira como os pais os trataram. Esses nativos precisam abrir mão de tais expectativas e formar um novo conjunto de valores.

Eles devem ousar perder tudo o que têm, a fim de ganhar algo novo. Eles devem começar a apreciar as pequenas maravilhas da vida; eles devem primeiro começar a notá-los.

nó norte em Escorpião

Ketu na Décima Casa - Fiel a Si Mesmo

Por meio dessa posição dos nós lunares, essas pessoas aprendem que a maioria de seus ideais e expectativas foram realmente impostos. Eles têm medo natural de deixá-los ir, porque não conhecem a vida sem eles.

No entanto, uma vez que percebem que muitas coisas pelas quais se esforçam não vêm de sua alma, eles estão prontos para essa difícil, embora promissora transformação.

Muito provavelmente isso levaria a um conflito entre seus objetivos de carreira e as expectativas e demandas de sua família. É fundamental, entretanto, que, como adultos, essas pessoas resistam a essas demandas e sigam sua própria intuição e coração.

Claro, isso não significa que você deve rejeitar sua família ou todas as suas sugestões e conselhos. Não seja cabeça quente, mas pense cuidadosamente em tudo isso.

Essa pessoa tem que enfrentar suas raízes e estabelecer uma nova pedra angular para o futuro. Deve ser uma base prática, não muito idealista, como antes.

Essas pessoas devem superar o desejo de controlar os outros, percebendo que é apenas um mecanismo de distração de seus sonhos e desejos reais. Isso serve apenas para confirmar seu poder, mas é o poder canalizado na direção errada.

Ketu na 10ª Casa - Autoliberação

Essa posição dos Nodos Lunares acabaria por levar à autoliberação, libertando-se da gaiola das exigências dos pais.

Assim como em todas as outras situações e lições cármicas, isso não significa que você deva ir ao outro extremo. O nativo deve pensar com sua própria cabeça, mas ainda assim valorizar seus pais.

Você pode seguir seus sonhos, mas não se engane achando que não precisa dos seus entes queridos. Você precisa deles e eles precisam de você.

Encarnações anteriores fizeram com que esse nativo ficasse focado no sucesso que traz reconhecimento, elogio e respeito. Essas pessoas passaram muito tempo tentando se provar aos outros. Desta vez, as coisas devem acontecer ao contrário.

Pare de tentar impressionar a todos, pare de tentar provar que é digno das expectativas de seus pais (ou de outras pessoas que você admira). Você deve fazer as coisas porque elas preenchem sua alma, e não a imagem idealizada de você por outras pessoas.

Essa pessoa enfrentará a situação em que deve fazer uma escolha entre ser uma bela flor no jardim selvagem ou uma flor morta no vaso de outra pessoa. Esta ilustração diz muito. Parece uma escolha fácil, mas não é. Esses nativos precisam primeiro perceber quais eram seus sonhos.

Romper com as expectativas dos outros deixaria este nativo nu diante do mundo, sem rumo e provavelmente perdido.

Ser livre nem sempre é um caminho fácil, por mais positivo que pareça. Os nativos com essa posição dos Nódulos Lunares sabem disso mais do que ninguém, uma vez que percebem qual foi sua lição cármica.

Eles sabem que devem abrir mão de quase tudo, para construir o seu próprio mundo, no qual haverá lugar para os outros também, incluindo todos aqueles que esperam algo deles.

Esta é uma lição cármica de autoliberação, modéstia, valorização da vida e descoberta de um propósito pessoal.